Palmeiras tem amplo domínio no segundo tempo, mas não foi suficiente para empatar a partida. Após várias rodadas sem perder, Verdão é derrotado e deve focar suas atenções na Copa Sulamericana.

Felipão fez surpresa antes do início da partida, mas não escalou Valdívia. Lincoln foi o titular e iniciou a partida. O Corinthians desde o começo não se arriscava tanto e tentava chamar o Palmeiras para seu campo, visando alguma espécie de contra ataque. Os alvinegros, recuados, chegavam com perigo ao gol de Deola. Antes mesmo do gol, o Corinthians conseguiu finalizar quatro vezes, contando com a ajuda do inexperiente Luis Felipe, que deixou vários espaços para os laterais corintianos.

Aos 22, Bruno César arriscou de fora da área e contou com a ajuda de Marcos Assunção, que desviou, para abrir o placar. O Palmeiras não se intimidou com o gol e começou a arriscar mais, acordou na partida.

No intervalo, Felipão decidiu apostar em Patrick no lugar de Luis Felipe e Valdívia no lugar de Lincoln, que fez um péssimo primeiro tempo, sempre apagado e no costado da zaga corintiana. O Palmeiras teve duas chances claras de gol em faltas batidas por Marcos Assunção, mas que foram interrompidas pelo goleiro Júlio César, que praticou duas boas defesas em cobranças perfeitas do meia palmeirense.

Aos 32, Valdívia começou a reclamar de dores na coxa e acabou sendo substituído por Dinei, que nada fez quando entrou. O Corinthians começou a jogar de forma inteligente, prendendo a bola e não deixando o Palmeiras chegar. O árbitro Heber Roberto Lopes ainda deixou de marcar pênalti claro para o Palmeiras e também algumas faltas primordiais que traria graves riscos ao gol alvinegro. O próximo jogo do Palmeiras será contra o Atlético-MG, pela Copa Sulamericana.

 Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data: 24 de outubro de 2010, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Renda: R$ 1.085.683,50
Público: 35.035 espectadores
Árbitro: Heber Roberto Lopes (Fifa-PR)
Assistentes: Carlos Berkenbrock (Fifa-RS) e Gilson Bento Coutinho (PR)
Cartões amarelos: William e Elias (Corinthians); Marcos Assunção (Palmeiras)
Gols:
CORINTHIANS: Bruno César, aos 22 minutos do primeiro tempo.

CORINTHIANS: Julio Cesar; Alessandro, Chicão, William e Roberto Carlos; Ralf, Jucilei, Elias e Bruno César (Danilo); Iarley (William Morais) e Ronaldo
Técnico: Tite

PALMEIRAS: Deola; Luís Felipe (Patrik), Danilo, Fabrício e Rivaldo; Edinho, Marcos Assunção, Tinga e Lincoln (Valdívia depois Dinei); Luan e Kleber
Técnico: Luiz Felipe Scolari.

Comentários

comentários