Palmeiras vence Goiás na estreia do terceiro uniforme e chega aos 47 pontos.

O Palmeiras não jogou bem, é verdade. Mas novamente na estreia de camisa número 3, o Verdão faturou a partida e somou mais três pontos primordiais para a sequência do Campeonato. Sem Valdívia e Marcos Assunção, o Palmeiras dependia bastante de Lincoln e Tinga na criação. Ao lado de Kleber, Luan atuou e não foi nada bem.

Plantado no chão, o atacante não levou perigo ao gol de Harlei. O primeiro gol do Palmeiras não demorou para sair. Aproveitando a falta de calma do Goiás, na zona do rebaixamento, Tinga fez excelente jogada, mandando a bola no meio das pernas de Wellington Saci e arriscou. A bola ainda desviou e caiu nas redes goianas. 1 a 0. Depois do gol, era notório que o Palmeiras tinha mais volume de jogo e criava mais. Porém Lincoln resolveu avançar um pouco, deixando a armação para Gabriel Silva ou até mesmo Márcio Araújo.

Obviamente que a qualidade caiu, e o Palmeiras tomava pressão à toa. No segundo tempo, o técnico goiano, Jorginho, tirou Bernardo e colocou Jones, um pouco mais para frente. Por isso, o Goiás veio um pouco mais ofensivo na etapa decisiva. O Palmeiras, com sucessivas falhas de marcação, permitia que o Goiás trocasse passes pela intermediária, e por duas vezes seguidas quase o time goiano empatou, se não fosse a elasticidade de Deola.

 Porém, à 10 minutos do fim, Márcio Araújo acertou uma bomba. Harlei até tocou na bola, mas ela morreu nas redes. 2 a 0. O resultado parecia definido, mas ainda viriam mais emoções. Em uma cabeçada de Jones, aos 38, o Goiás diminuiu. Falha da zaga. Sem Kleber, Luan bateu falta e Dinei desviou de cabeça. A bola ainda sofreu outro desvio e morreu nas redes: 3 a 1. Rafael Moura acertou belíssimo chute, Deola defendeu e Everton Santos mandou para as redes. Mas Santos estava totalmente impedido. Inclusive o bandeirinha levantou, mas depois preferiu recuar. 3 a 2 Palmeiras. Com o resultado, o Palmeiras ficou na décima colocação, quatro pontos do G4. O próximo confronto é contra o Atlético-PR, na Arena da Baixada.

FICHA TÉCNICA: 
PALMEIRAS 3 x 2 GOIÁS

Local: Arena Barueri, em Barueri (SP)
Data: 30 de outubro de 2010, sábado 
Árbitro: Djalma José Beltrami Teixeira (RJ)
 

Assistentes: Altemir Hausmann e João Coelho de Albuquerque (ambos do RJ)
Público: 5811 pagantes
Renda: R$ 136.815,00
Cartões Amarelos: Luan e Kleber (Palmeiras); Amaral, Jonílson, Douglas e Rafael Tolói (Goiás)

Gols: PALMEIRAS: Tinga aos 21 do primeiro tempo, Márcio Araújo, aos 35, e Dinei, aos 41, do segundo tempo
GOIÁS: Jones, aos 38, e Éverton Santos aos 44 minutos do segundo tempo

PALMEIRAS: Deola; Márcio Araújo, Danilo, Fabrício e Gabriel Silva; Edinho, Pierre (Dinei), Tinga e Lincoln (Patrik); Luan e Kleber (Dinei).
Técnico: Luiz Felipe Scolari

GOIÁS: Harlei; Douglas (Carlos Alberto), Ernando, Rafael Tolói e Wellington Saci; Jonílson (Éverton Santos), Amaral, Wellington Monteiro, Bernardo (Jones); Rafael Moura e Felipe.
Técnico: Jorginho

Comentários

comentários