O diretor de futebol, Vlademir Pescarmona, visivelmente abatido, confirmou que por ele o Palmeiras nem entraria em campo no domingo. Depois da tragédia desta quarta-feira, no Pacaembú, a equipe inteira não tem condições de entrar mais em campo em 2010.

 “Por mim, o time nem entrava em campo, a gente dava W.O. (iniciais de walkover, em inglês, que é a atribuição quando o adversário não pode competir)”, confessou o diretor de futebol alviverde, Wlademir Pescarmona. O atacante Kleber foi mais enfático ainda. Prefere que a equipe ganhe férias para “esfriar a cabeça”. “Em minha opinião, sinceramente, seria o momento de dar férias ao elenco, acho importante o pessoal esfriar a cabeça, sair um pouco daqui. Agora, nós somos profissionais, vamos esperar a decisão da diretoria e da comissão técnica”, disse o atacante palmeirense.

Comentários

comentários