O Palmeiras sofreu um duro golpe nesta segunda-feira. Luiz Gonzaga Belluzzo almoçou com Paulo Nobre e Salvador Hugo Palaia, em um restaurante na Pompéia. A ideia de Belluzzo era unificar as candidaturas e evitar um racha na situação, dando de presente a vitória para Arnaldo Tirone, da oposição e comandada pelo ex-presidente Mustafá Contursi.

Palaia não alterou o discurso e confirmou que seguirá como candidato, assim como Nobre. O que Belluzzo pretendia, no entanto, era que Palaia se tornasse um dos vices de Nobre. Mas Palaia não aceitou. Segundo o dirigente, “chegou a hora de me tornar presidente” do Palmeiras.

Comentários

comentários