O presidente Luiz Gonzaga Belluzzo tem um importante compromisso nesta noite: um jantar com Salvador Hugo Palaia e Paulo Nobre, ambos candidatos à presidência do Palmeiras.

Os dois lançaram candidatura separados. Caso confirmem, tal atitude pode dar de bandeja a vitória nas eleições para Arnaldo Tirone, da oposição. Devido ao fracasso do mandato de Belluzzo, o prestígio diminuiu e a única saída é unir forças para derrotar o favoritismo da oposição no pleito de janeiro.

Nobre tem mais prestígio que Palaia. O “jovem” candidato tem ideias mais concretas, como profissionalizar todo o departamento e oferecer salários para pessoal capacitado gerir os departamentos do clube, com base em resultados concretos.

Já Palaia tem a tradição ao seu lado, por sempre colocar a mão no bolso para ajudar o clube quando necessário. Mas o rombo, desta vez, é muito grande para Palaia ajudar. Só uma reconstrução, assim como foi feita no Internacional de Porto Alegre, pode tirar o clube deste abismo financeiro.

Comentários

comentários