Fonte: UOL

O Palmeiras entrou em campo para enfrentar o Ceará já assegurado no primeiro lugar do grupo P da Copa São Paulo de futebol júnior. Diante disso, escalou uma equipe praticamente reserva. Sofreu, mas venceu por 1 a 0, na tarde desta quarta-feira, em Jaguariúna, e manteve 100% de aproveitamento na competição.

Com isso, o elenco palmeirense, que ainda não sofreu um gol sequer na Copinha, encerra sua participação na fase de grupos, com nove pontos, cinco à frente do Bandeirante-DF e do Mirassol, que empataram por 2 a 2 e ‘morreram abraçados’. O Ceará ficou na laterna, sem pontuar.

Do time que iniciou a partida contra o Mirassol, no domingo, apenas dois começaram contra os nordestinos –o goleiro Giovani e o atacante Caio. Isso, porém, não mudou a estratégia da equipe paulista. Para se ter ideia, logo aos 2min, acertou uma bola no travessão. A superioridade palmeirense era nítida.

Caio era o mais perigo e criou duas boas oportunidades em um curto espaço de tempo. Aos 16min, ele viu o goleiro Gustavo realizar uma complicada defesa. Três minutos mais tarde, bateu por cima do gol, após passe de Yerien. Enquanto isso, o eliminado Ceará se limitava a marcar o rival. Raramente, chegava ao ataque. Lima foi o único que assustou os paulistas.

A proposta o Ceará deu certo no primeiro tempo. Apesar de ser pressionado, foi para o intervalo sem ser vazado. Para o segundo tempo, o Palmeiras manteve a mesma postura. E, assim como ocorreu na etapa inicial, quase marcou no início. Aos 2min, Gustavo fez outra difícil defesa em finalização.

Disposto a manter 100% de aproveitamento na primeira fase, o Palmeiras colocou em campo alguns titulares, como Patrick Vieira. O time paulista adiantou sua marcação e pressionou bastante. A insistência deu certo. Aos 38min, Caio recebeu cruzamento na pequena área e cabeceou para o fundo das redes. 1 a 0.

Comentários

comentários