Com gol de Patrick no segundo tempo, Palmeiras vence Oeste em Itápolis e já alcança a terceira posição na tabela de classificação.

Com a mesma formação e a mesma equipe que venceu o Ituano no meio de semana, o Palmeiras foi à campo contra o Oeste, em Itápolis.

O Palmeiras, com Cicinho pela direita, tentava algumas jogadas. Mas o Oeste se aproveitava das consecutivas falhas de Rivaldo e aproveitou a avenida aberta no setor. Mas o Verdão, bem postado em campo, não permitia reação alguma do time interiorano.

A falta de um camisa 10, um armador, foi muito grande para o time de Scolari. Sofrendo desse mal, Cicinho então tinha que voltar muito na marcação, já que o Palmeiras estava muito preso e começou a tomar sufoco, ainda mais quando Mazinho e Fábio Santos subiam e armavam o ataque do Oeste.

Os três atacantes estavam muito bem marcados. Principalmente Kléber, que brigou por muitas bolas mas não conseguiu o êxito em nenhuma delas. Diante do aspecto, as duas equipes desceram para o intervalo em igualdade no placar.

Na segunda etapa, Felipão trocou Dinei por Patrick, deixando de lado o esquema com três atacantes. O jovem atleta melhorou a equipe e quase o Verdão saiu na frente. Assunção cobrou falta, o goleiro e o zagueiro comeram bola e Danilo, de susto, acertou a trave, levando muito perigo.

A outra chance do Palmeiras na segunda etapa também partiu de Assunção. O volante lançou a bola nos pés de Luan, que rebateu de primeira. A bola arrancou tinta do poste direito do goleiro.

Aos 25, Roger entrou na área do Palmeiras e caiu. Acompanhado por Rivaldo, o jogador simulou penalidade, enquanto o volante palmeirense levantava os braços confirmando que não tocou.

O Palmeiras parecia acreditar no empate, quando Luan disparou e cruzou na área. Patrick, livre, e meio desengonçado, tocou na bola e estufou a rede do Oeste. 1 a 0 Palmeiras.

Não havia tempo para mais nada. O Palmeiras comemorou a segunda vitória seguida no torneio e na próxima quinta-feira enfrentará o Paulista, de Jundiaí, no estádio do Pacaembú, às 21h50.

Estádio: Amaros, em Itápolis (SP)
Data/hora
: 23/1/2011 – 19h30 (de Brasília)
Árbitro:
Welton Orlando Wohnrath
Auxiliares:
Fabio Luiz Freire e William Rogério dos Santos Turola
Renda/público:
R$ 238.290,00 / 4.302 torcedores
Cartões amarelos:
Alex William, Fábio Santos, Rafael Caldeira, Paulo Miranda, Dionísio (OES); Dinei, Rivaldo (PAL)
GOLS: Patrik, 41’/2ºT (0-1)

OESTE: Fábio; Dedê, Rafael Caldeira, Paulo Miranda e Fernandinho; Márcio Carioca, Dionísio, Alex William (Fábio Neves, 16’/2°T) e Roger (Serginho, 28’/2°T); Fábio Santos e Mazinho (Reinaldo, 43’/2°T). Técnico: Ademir Fonseca.

PALMEIRAS: Deola, Cicinho (Vitor, 19’/2°T), Maurício Ramos, Danilo e Rivaldo; Márcio Araújo, Marcos Assunção, Tinga (Leandro Amaro, 45’/2°T), Luan, Kleber e Dinei (Patrik, Intervalo). Técnico: Luiz Felipe Scolari.

Comentários

comentários