De forma impressionante, Palmeiras vence a Portuguesa fora de casa e comanda a quarta vitória seguida no Campeonato, ficando lado a lado com o Santos.

Jogando bem, e cometendo as mesmas falhas de sempre, Palmeiras segura a Portuguesa, faz dois gols e consegue quase metade dos pontos necessários para se classificar.

O time de casa começou o jogo fechado com consistência, não permitindo nenhuma investida perigosa do Palmeiras. Luan tentava escapar pela esquerda, mas sempre era cortado. Dinei, sem condições, sempre marcado e também não produziu. Tinga, abandonado na marcação, por vezes tentou furar o bloqueio da Lusa, mas a bola não passou.

Após bobeira dupla de Márcio Araújo e João Vitor, Henrique escapou na cara de Marcos. Adiantado, o goleiro teve paciência e esperou a decisão do jogador, que tentou mandar uma cavadinha por cima. Marcos defendeu sem maiores dificuldades.

Com sérias dificuldades no jogo, Felipão achou por bem colocar Patrick no lugar de Dinei. Max Santos entrou no lugar de Luan. Mesmo com as alterações, o Palmeiras ainda permanecia travado. Cicinho tentava despontar pela ponta direita, mas não tinha como cruzar. Patrick se mexia bastante na intermediária, mas foi muito bem marcado.

Felipão então chutou o balde e mandou Adriano para o time, deixando totalmente ofensivo. A Portuguesa sentiu a ofensividade do Palmeiras e por três vezes consecutivas quase que o Palmeiras abriu o placar. Mas, aos 37, a Lusa não resistiu: Kléber viu Cicinho passar na direita e passou. A bola veio e Cicinho acertou de três dedos: a bola fez uma curva fenomenal e morreu nas redes de Weverton: golaço alviverde!!!!

Com o gol, a torcida que apoiava o tempo todo ganhou seu presente. Mais tranquilo, o Palmeiras começou a envolver a Portuguesa no toque de bola. No último minuto de jogo, a cartada final: Adriano se livrou de dois pela lateral e correu. Olhou, viu o Gladiador na área. A bola chegou rasteira. Kléber dominou, girou em cima de dois adversários e chutou forte no canto direito, sem chances: 2 a 0 Palmeiras.

E assim terminou a partida. O técnico Luiz Felipe Scolari, por mais que não tenha tantos atletas de nome na equipe, está conseguindo dar uma boa cara ao time. A equipe ainda deve ter os retornos de Valdívia, Lincoln e a estreia de Chico. Marcos Assunção, lesionado, também é outro que vai retornar em breve.

Na próxima quarta-feira, o Palmeiras vai até Mirassol encarar o time da casa. No final de semana que vem, clássico: Palmeiras e Corinthians vão duelar no Pacaembú.

Comentários

comentários