Arnaldo Tirone e Roberto Frizzo “demitiram” três diretores da base: Marcos Antônio Biasotto, Lourival Silvestre e Francisco Haroldo.

A reformulação prometida pela atual diretoria já começou. Um coordenador remunerado e outros dois diretores deixaram seus cargos após reunião com Arnaldo Tirone e Roberto Frizzo. Segundo Frizzo, a troca foi para cortar gastos e relacionado aos diretores, para fazê-los saírem da zona de conforto.

“O Biasotto está saindo porque precisamos fazer cortes. A situação financeira ficou um pouco inviável, fizemos uma contensão de despesas. Já os outros dois, quando você fica muito tempo no cargo, fica desgastante. Tem uma hora que precisa de novos ares,” disse Frizzo.

Ainda segundo o diretor de futebol, os cargos serão renovados pois trata-se de uma questão natural quando existe troca de comando.

Comentários

comentários