A Escola de Samba Mancha Verde será a quinta escola que desfilará no Sambódromo do Anhembi nesta sexta-feira, primeiro dia de desfile. A Mancha é candidata ao título do carnaval paulistano.

Átomos, criadores, Deus e vários outros assuntos serão abordados em forma de carnaval pela Escola de Samba Mancha Verde, no carnaval 2011. Faltando pouco mais de dois meses para o carnaval, a Mancha era a única escola que estava com os trabalhos de barracão encerrados.

No barracão, 47 pessoas trabalharam full time no projeto de 2011. A escola trará cinco carros alegóricos, 3.500 componentes e 25 alas. A bateria representará os átomos, e o carnavalesco promete uma grande surpresa no chapéu da ala. O casal principal de mestre sala e porta bandeira representará a gravidade, e o segundo carro trará um pouco de Leonardo Da Vinci.

A Mancha fechará o desfile falando do futuro, e mais surpresas prometem pipocar na passarela do samba.

A Escola

Fundada em 1995, a Mancha Verde é uma escola de samba proveniente de palmeirenses. Porém, com uma cabeça diferente das outras escolas-torcidas, a Mancha começou a ver o carnaval e o samba de uma forma diferente do futebol. Hoje, torcedores de outros times simpatizam bastante com a Mancha e até desfilam pela escola.

Em 2006 e 2007, por uma norma da Liga das Escolas de Samba, a Mancha Verde desfilou sem contar pontos, e mesmo assim foi aplaudida e reverenciada de pé pelos participantes. O órgão carnavalesco temia que a Mancha “sabotasse” os desfiles, o que de fato não aconteceu.

Nos anos consecutivos a Mancha obteve bons resultados. Ano passado, a Escola ficou na frente da Gaviões da Fiel e acabou conquistando a terceira colocação no desfile.

Ingressos

Ainda restam ingressos no sambódromo da capital para ver os desfiles. As bilheterias do Anhembi estarão abertas até o fim da carga, que ainda é de cinco mil bilhetes.

Comentários

comentários