O presidente Arnaldo Tirone simplesmente se cansou de tanto ser questionado. Tirone fez uma minuciosa análise do contrato da Arena Palestra Itália e envolveu um escritório de advocacia conhecido. Nada de muito grave foi apontado e o presidente foi autorizado à fazer uma apresentação para o Conselho de Orientação e Fiscalização explicando os pontos interrogados por conselheiros desinformados – em sua maioria  senhores de idade que não buscam informações.

“Preciso dar apenas uma satisfação. O cronograma segue,” disse Tirone, desapontando aqueles “palmeirenses” cofistas que clamam pela paralisação das obras e a transformação do clube num simples canteiro de obras.

Walter Torre, responsável direto pela empresa WTorre, envia fotos quase que diariamente via Twitter com novidades das obras. O prédio administrativo já tem sua estrutura formada e deve ficar pronto até julho.

Comentários

comentários