Gol aos 45 do segundo tempo dá empate ao Internacional. Palmeiras vencia por 2 a 1 e, após lance de bola parada, Inter empatou.

O resultado do jogo, olhando a curto prazo, foi ruim. Afinal, o Palmeiras vencia a partida, de virada, por 2 a 1. Acabou levando gol no final em lance de total desatenção da zaga e perdeu dois pontos. Olhando a longo prazo, o Palmeiras ganhou um ponto fundamental fora de casa. Aliás, foram dois pontos fundamentais contra equipes que lutam direto pelo título: Cruzeiro e Internacional.

O Internacional começou apertando o Palmeiras. Felipão optou por Luan e Adriano, deixando Lincoln e Wellington Paulista na reserva. Os primeiros 20 minutos foram de total controle da equipe colorada. Aos poucos, o Palmeiras foi se encontrando no jogo e conseguiu equilibrar, trocando passes e ameaçando com as bolas paradas de Assunção.

Adriano e Kleber fizeram a diferença. O primeiro sempre apostava em jogadas de velocidade, abrindo espaços concretos para o segundo. Além de tudo, Adriano conseguiu faltas importantes, que Assunção por muito pouco não guardou. O jogo, ao final do primeiro tempo, estava totalmente à favor do Palmeiras, sem a menor dúvida.

Já no final do primeiro tempo, Gabriel pediu substituição. Felipão optou por Chico. Na segunda etapa, o Inter novamente veio para cima. Mas, desta vez, conseguiu seu gol. Bola na área, apertada, e Márcio Araújo mandou a bola contra seu gol, no ângulo, sem chances para Marcos.

Inteligentemente, o Palmeiras se lançou ao ataque com calma, sempre procurando algum jogador disponível. No primeiro ataque após sofrer o gol, o Verdão empatou. Adriano sofreu falta na direita e Assunção mandou para a área. Depois de um grande bate rebate, Rodrigo mandou contra as redes. 1 a 1.

Aos 21, Assunção acertou um belíssimo lançamento para a esquerda. Luan dominou bonito, cortou o jogador do Inter e invadiu a área. Kléber estava chegando, mas o atacante palmeirense soltou uma bomba rasteira. Renam colaborou e a bola morreu nas redes. Era a virada palestrina no Sul: 2 a 1.

Com a vitória encaixada, o Palmeiras não soube trocar passes e ver o relógio andar. Preferiu isolar as bolas e se defender, segurando a vitória. Felipão então optou pela entrada de Lincoln no lugar de Patrick, e o time melhorou sensivelmente.

Mas, aos 45, escanteio para o Inter. Bola no primeiro pau, desviada para trás em um verdadeiro buraco na defesa. A bola esbarra em Zé Roberto e Leandro Damião só teve o trabalho de mandar uma chapa para o fundo do gol, empatando, naquele que seria o último lance da partida.

O Palmeiras mostra consistência e regularidade. Acumular pontos fora de casa, em um campeonato longo como esse, é muito bom e proveitoso. Afinal, no segundo turno, o Palmeiras enfrentará tanto Inter quanto Cruzeiro em casa, ao lado de sua torcida.

FICHA TÉCNICA:
INTERNACIONAL 2 X 2 PALMEIRAS

Local: Beira-Rio, Porto Alegre (RS)
Data/Hora:
12/06/2010 – 16h
Árbitro:
Gutemberg de Paula Fonseca (RJ)
Auxiliares:
Rodrigo Pereira Jóia (RJ) e Rodrigo Henrique Correa (RJ)
Renda/público:
R$ 313.860,00 / 18 559 pagantes
Cartões amarelos: Zé Roberto, Gilberto (INT); Patrik, Luan, Marcos Assunção, Danilo (PAL)
GOLS: Marcio Araújo (contra), 5’/2ºT (1-0); Rodrigo (contra), 9’/2ºT (1-1); Luan, 20’/2ºT (1-2); Leandro Damião, 45’/2ºT (2-2)

INTERNACIONAL: Renan; Nei, Bolívar, Rodrigo e Kleber; Tinga (Fabrício, 36’/2ºT), Guiñazu, Oscar (Gilberto, 33’/2ºT) e D’Alessandro; Zé Roberto e Leandro Damião. Técnico: Paulo Roberto Falcão

PALMEIRAS: Marcos; Cicinho, Danilo, Thiago Heleno e Gabriel Silva (Chico, 38’/1ºT); Márcio Araújo, Marcos Assunção e Patrik (Lincoln, 27’/2ºT); Luan, Adriano (Dinei, 43’/2ºT) e Kleber. Técnico: Felipão

 

Comentários

comentários