Palmeiras e Flamengo fazem jogo sem grandes emoções e o empate foi merecido para ambas as equipes.

Impulsionado por mais de 34 mil pessoas, o Palmeiras não fez uma grande exibição no Pacaembú. O Flamengo, por sua vez, levou em banho maria desde o começo e também não assustou o goleiro Marcos muitas vezes.

O Palmeiras tentava jogadas com os rápidos Maikon Leite e Kleber. Os cariocas marcavam bem e exploravam os contra-ataques com Thiago Neves e Willians. Ronaldinho Gaúcho tocou pouco na bola e era toda hora desarmado, ora por Cicinho, ora por Gabriel Silva.

Basicamente o Verdão quase marcou em duas oportunidades na primeira etapa. E ambas de bola parada. Thiago Heleno disparou um chute de muito longe. Rasteira, a bola passou perto e deu impressão de que tinha estufado as redes cariocas. Logo em seguida, Assunção bateu escanteio e Felipe se esforçou muito para a bola não entrar. Quase um golaço olímpico no Paulo Machado de Carvalho.

Os flamenguistas assustaram com Thiago Neves que, inteligentemente, driblou dois jogadores do Verdão e chutou à meia altura, no canto direito de Marcos. O Santo voou e desviou para escanteio.

Na segunda etapa, o jogo continuou muito equilibrado. Porém, dessa vez, Felipão pediu para Luan e Maikon Leite auxiliarem nas laterais, que foram neutralizadas. Nem Gabriel Silva e nem Cicinho conseguiam grandes feitos. Cicinho, por sua vez, se enrolava com a bola cada vez que dava pique e não concluia com certa objetividade.

Felipão resolveu colocar Tinga, no lugar de Patrick, e Dinei, no lugar de Maikon Leite. Tirando velocidade no ataque e apostando nas bolas aéreas, o Palmeiras cada vez mais colocava o pé no freio. O adversário também não tinha grandes pretensões na partida, e a imagem concedida era que só um lance de extrema habilidade individual poderia decidir o jogo.

No final da partida, Kleber protagonizou um lance que deixou os jogadores cariocas revoltados. Após contusão de jogador do Flamengo, o juiz deu bola ao chão. Assim que largou a bola, os jogadores cariocas não perceberam e o Gladiador saiu em disparada. Sem ângulo e de frente para o goleiro Felipe, Kleber errou o alvo e começou a confusão.

O Flamengo ainda teve chance de falta no final da partida, mas não concluiu com sucesso.

No domingo, o Verdão vai até o Engenhão enfrentar o Fluminense. Valdívia deve voltar ao time titular, depois da eliminação do Chile na Copa América.

FICHA TÉCNICA:
PALMEIRAS 0 X 0 FLAMENGO

Estádio: Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data/hora: 20/7/2011 – 21h50
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS/FIFA)
Auxiliares: Roberto Braatz (PR/FIFA) e Kleber Lúcio Gil (SC/FIFA)
Renda/público: R$ 977.922,00 e 33.575 pagantes
Cartões amarelos: Luan, Gabriel Silva (PAL); Ronaldo Angelim, Thiago Neves, Ronaldinho Gaúcho (FLA)
Cartões vermelhos:
GOLS:

PALMEIRAS: Marcos; Cicinho, Maurício Ramos, Thiago Heleno e Gabriel Silva; Márcio Araújo, Marcos Assunção, Patrik (Tinga, 18’/2ºT); Maikon Leite (Dinei, 32’/2ºT), Kleber e Luan. Técnico: Luiz Felipe Scolari.

FLAMENGO: Felipe; Leonardo Moura, Ronaldo Angelim, Welinton e Junior Cesar; Airton, Willians (Botinelli, 41’/2ºT), Renato e Thiago Neves (David Braz, 42’/2ºT); Ronaldinho Gaúcho e  Deivid (Diego Maurício, 21’/2ºT). Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

Comentários

comentários