Treinador palmeirense diz que sente a derrota mais que os outros, e que a vitória do Vasco não refletiu como foi a partida.

Após a segunda derrota diante do Vasco, desta vez pelo Brasileirão, por 1 a 0, o técnico Luiz Felipe Scolari confirmou a falta de competência da equipe na hora de finalizar. Segundo o treinador, a sorte não ajuda quem não está preparado.

“Não é falta de sorte, é de competência, só a sorte não existe. Tem de ter qualidade. Pode ter sorte, mas se não trabalhar direito vai para o brejo. O que resta para mim é continuar trabalhando, insistindo, mostrando pra eles as oportunidades de gol e jogar da forma que jogaram,” disse o treinador.

Felipão também disse que quando a fase não ajuda, a situação fica mais complicada.

“Não adianta fazer qualquer situação diferente da normal. Foi uma das melhores partidas do Palmeiras, muito melhor do que na quinta. Mas o Vasco é aquilo, tem a bola parada com grande qualidade. Não podíamos fazer aquele tipo de falta na entrada da área, temos de assimilar e trabalhar isso. Mas tá tudo dando errado, e quando tudo dá errado não adianta justificar.”

O Palmeiras enfrenta o Bahia, na próxima quarta-feira, no Canindé, pelo Brasileiro 2011. A vitória é primordial para continuar na cola dos líderes.

Comentários

comentários