Totalmente diferente do desastre de 05 de maio, Palmeiras melhora o ritmo e consegue empate em Curitiba.

O Palmeiras trouxe um ponto de Curitiba. Pela circunstâncias, foi um bom resultado, já que o juiz distribuiu cartões para jogadores alviverdes em uma atitude desesperada. E o Verdão ficou sem Thiago Heleno grande parte da segunda etapa.

O jogo

O técnico Luiz Felipe Scolari teve que alterar o ataque. Maikon Leite, muito gripado, não foi escalado e nem ficou na reserva. Patrick acabou entrando como titular. A alteração previa uma maior interatividade de Valdívia com o ataque, formado por Kleber e aparentemente Luan, que funciona em várias posições, sempre voluntarioso.

Mesmo melhor na partida, o Palmeiras levou o primeiro gol. Pereira subiu mais alto que Maurício Ramos e cabeceou, após cobrança de escanteio. Marcos fez excelente defesa, mas não conseguiu segurar a bola. Espirrada, ela sobrou para Jéci – ele mesmo – enfiar um canudo nas redes, sem marcação. Márcio Araújo até tentou bloquear no carrinho, mas sem sucesso. 1 a 0 Coritiba no Couto Pereira.

Com um baita frio em Curitiba, o Palmeiras procurava se recuperar do baque. Mas o time da casa impunha um ritmo absoluto, lembrando aquela triste noite de 05 de maio. Bill ainda saiu livre na cara de Marcos, que praticou belíssima defesa.

Aos 20, Kleber foi derrubado pela esquerda e o juiz apontou falta. Assunção bateu com efeito e Leo Gago acabou desviando, tirando todas as chances de defesa de Bastos: 1 a 1.

Com o empate, o Palmeiras melhorou bastante. Mas acabou prejudicado por Célio Amorin, juiz da partida. Amorin distribuiu três cartões seguidos para Valdívia, Luan e Kleber, e deixou de marcar pênalti claríssimo em cima de Luan, na intermediária. Emerson derrubou o jogador palmeirense, que não teve reação alguma, e nem chance de recuperar o lance.

No final da partida, Assunção bateu falta e a bola acabou desviando, sobrando para Valdívia que, sozinho, tinha condições claras de gol. Mas foi assinalado um impedimento, que não deixou confirmar a virada palestrina.

Mesmo sem alterações, o Palmeiras voltou melhor à campo. Felipão deve ter orientado os atletas palmeirenses para não reclamarem de nada com o juiz. Três palestrinos estavam amarelados e a chance de ir para o vestiário mais cedo era bastante grande.

Valdívia tinha mais espaço e procurava mais o jogo, se aproximando de Kleber. Luan correndo o campo inteiro, desengonçado, mas ajudando bastante na marcação. Os volantes sempre atentos, desarmando as jogadas do Coritiba. A zaga, bem postada, afastava as bolas que previamente chegavam na área, ameaçando Marcos.

O técnico do Coritiba, Marcelo Oliveira, sacou Leandro Donizete e colocou Anderson Aquino. Sem um jogador protegendo a zaga, o Palmeiras não soube aproveitar a chance. O adversário melhorou na partida, trocando passes e construido jogadas de perigo.

Maurício Ramos passou a bola bisonhamente. Rafinha recuperou e mandou para Bill que, com um passe só, cortou Thiago Heleno. Sem alternativa, o zagueiro palmeirense meteu-lhe a rasteira, e foi para o chuveiro. Sem meia conversa.

Sem alternativa, Felipão sacou Valdívia e promoveu a estreia do zagueiro Henrique. No primeiro lance, Rafinha cortou o estreante duas vezes e mandou ver. Marcos fez excelente defesa. À partir daí, o jogo virou de gato e rato. O Coritiba atacava, o Palmeiras afastava no chutão.

A vitória era difícil, mas o Palmeiras teve chances de matar a partida. Não o fez. Um ponto não foi ruim, mas os adversários diretos tiveram bons resultados, o que atrapalhou um pouco o Verdão na luta pelo título. A novidade é o Vasco, que entrou no G4, apesar de já estar classificado para a Copa Libertadores, após ser Campeão da Copa do Brasil batendo justamente o Coritiba.

FICHA TÉCNICA:
CORITIBA 1 X 1 PALMEIRAS

Estádio: Couto Pereira, em Curitiba (PR)
Data/hora:
3/8/2011 – 21h50
Árbitro:
Célio Amorim (SC)
Auxiliares:
Kleber Lúcio Gil (SC) e Claudemir Maffessoni (SC)

Renda e público: R$ 295.190,00 / 17.818 pagantes
Cartões amarelos: Léo Gago, Eltinho, Leandr Donizete (COR); Valdivia, Kleber, Luan (PAL)
Cartões vermelhos: Thiago Heleno, 31’/2°T
GOLS: Jéci, 8’/1°T (1-0); Marcos Assunção, 19’/1°T (1-1);

CORITIBA: Edson Bastos, Maranhão (Gil, 29’/2°T), Jeci, Emerson e Eltinho (Triguinho, 21’/2°T); Leandro Donizete, Léo Gago (Anderson Aquino, 17’/2°T), Rafinha e Tcheco; Marcos Aurélio e Bill. Técnico: Marcelo Oliveira.

PALMEIRAS: Marcos, Cicinho, Maurício Ramos, Thiago Heleno, Gerley; Márcio Araújo, Marcos Assunção, Valdivia (João Vitor, 44’/2°T) e Patrik (Henrique, 34’/2°T); Luan e Kleber. Técnico: Luiz Felipe Scolari

Leia mais no LANCENET! http://www.lancenet.com.br/palmeiras/Palmeiras-segura-empata-Coxa_0_529147275.html#ixzz1U3qZIQXf
© 1997-2011 Todos os direitos reservados a Areté Editorial S.A Diário LANCE!

FICHA TÉCNICA:
CORITIBA 1 X 1 PALMEIRAS

Estádio: Couto Pereira, em Curitiba (PR)
Data/hora:
3/8/2011 – 21h50
Árbitro:
Célio Amorim (SC)
Auxiliares:
Kleber Lúcio Gil (SC) e Claudemir Maffessoni (SC)

Renda e público: R$ 295.190,00 / 17.818 pagantes
Cartões amarelos: Léo Gago, Eltinho, Leandr Donizete (COR); Valdivia, Kleber, Luan (PAL)
Cartões vermelhos: Thiago Heleno, 31’/2°T
GOLS: Jéci, 8’/1°T (1-0); Marcos Assunção, 19’/1°T (1-1);

CORITIBA: Edson Bastos, Maranhão (Gil, 29’/2°T), Jeci, Emerson e Eltinho (Triguinho, 21’/2°T); Leandro Donizete, Léo Gago (Anderson Aquino, 17’/2°T), Rafinha e Tcheco; Marcos Aurélio e Bill. Técnico: Marcelo Oliveira.

PALMEIRAS: Marcos, Cicinho, Maurício Ramos, Thiago Heleno, Gerley; Márcio Araújo, Marcos Assunção, Valdivia (João Vitor, 44’/2°T) e Patrik (Henrique, 34’/2°T); Luan e Kleber. Técnico: Luiz Felipe Scolari

Comentários

comentários