Palmeiras não joga bem, não tem um pingo de vontade e perde o jogo na frente de sua torcida, no Canindé.

Lamentável. Talvez essa seria a palavra que resume o Palmeiras ultimamente. Perder é normal. Mas o Palmeiras consegue perder sem ao menos se esforçar, sem dar suor por essa camisa que um dia foi iluminada. Para se livrar do rebaixamento, o Palmeiras precisa conquistar três pontos nas rodadas faltantes. E entre esses jogos estão os clássicos contra São Paulo e Corinthians (que luta pelo título). Já imaginaram o desastre!?

O jogo

Triste e desanimado, o Palmeiras entrou em campo e levou o primeiro gol logo aos 10 minutos. Weillington Nem se livrou de marcação e chutou forte, abrindo o placar. O Figueirense era extramente superior ao Palmeiras em todos os sentidos.

Aos 24, Valdívia – um dos poucos que teve uma boa atuação -, cobrou falta e exigiu habilidade de Wilson para tirar o lance do gol. Aos 30, Valdívia deixou Maikon Leite em excelente condição, mas foi desarmado. O time catarinense era totalmente superior. Deola fez milagre aos 35.

Na segunda etapa, Felipão tirou um atacante (Maikon Leite) e colocou um volante (Tinga), para tentar efetuar ligação entre meio e ataque. Sem sucesso. O Palmeiras continuava sofrendo muito e não conseguia trocar passes completos. Sempre ocorriam erros crassos de um time intranquilo e mal formado.

O goleiro do Figueirense, Wilson, nem sujou seu uniforme na segunda etapa. Até os 20, o Palmeiras não tinha acertado um chute. Preocupado, Felipão sacou Luan e colocou Fernandão, tentando promover uma reação no combalido time.

Aos 28 minutos, Bueno fez boa jogada, mas Wilson defendeu. Logo em seguida, Wellington Nem fez grande jogada e cruzou para o meio. Júlio César só teve o trabalho de “matar” Deola e também o Palmeiras: 2 a 0.

Sem qualquer condição de jogo, o Palmeiras ainda tentava uma reação e por pouco não levou o terceiro, também com Nem. Na sequência, Ricardo Bueno diminuiu, mas foi muito pouco. O Palmeiras perdeu para o Figueirense em casa e precisa urgente de três pontos para se livrar do rebaixamento. Triste situação, hein, Palmeiras?

Ficha técnica

PALMEIRAS 1X2 FIGUEIRENSE

Gols
PALMEIRAS:
Wellington Nem, aos 10min do 1º tempo; Júlio César, aos 30min do 2º tempo
FIGUEIRENSE:
Ricardo Bueno, aos 47min do 2º tempo

PALMEIRAS: Deola; Cicinho (Rivalo), Henrique, Maurício Ramos e Gabriel Silva; Chico, Márcio Araújo e Valdivia; Maikon Leite (Tinga), Luan (Fernandão) e Ricardo Bueno. Técnico: Luiz Felipe Scolari

FIGUEIRENSE: Wilson, Pablo, Roger Carvalho, Edson Silva e Juninho (Coutinho); Jônatas (João Paulo) Túlio, Maicon e Elias (Wilson Pitonni); Wellington Nem e Júlio César. Técnico: Jorginho

Cartões amarelos
FIGUEIRENSE: Júlio César

Árbitro
Ricardo Marques Ribeiro (MG)

Renda/Público
R$ 116.475/3.897 pagantes

Local
Estádio do Canindé, em São Paulo (SP)

Comentários

comentários