Verdão enfrenta o São Caetano no Pacaembú e conta com os retornos de Assunção e Valdívia. 

Marcos Assunção comemora primeiro gol contra o Mogi. Fonte: Terra

O Palmeiras enfrenta o São Caetano, neste domingo 16h, no estádio no Pacaembú. O Verdão está invicto há 17 partidas. No Paulista, a invencibilidade é grande e a equipe pretende manter. O técnico Luiz Felipe Scolari tem duas grandes  novidades para escalar a equipe: Marcos Assunção volta depois de cumprir suspensão automática e Valdívia retorna depois de contusão. O chileno não joga pelo Palmeiras desde 05 de fevereiro, quando sentiu a coxa no clássico diante do Santos.Na ocasião, o Palmeiras venceu de virada por 2 a 1. Nesse tempo, Valdívia acompanhou o desempenho de Daniel Carvalho, que tomou sua posição. Com boas atuações, Carvalho deve continuar titular da equipe, enquanto Valdívia vira opção na reserva.

O lateral direito Artur cumprirá suspensão automática e deverá dar lugar a Cicinho. Na defesa, Leandro Amaro também cumpre suspensão automática também, dando lugar a disputa entre Maurício Ramos e Adalberto Román. No ataque, Maikon Leite e Barcos continuam.

“[O Paulista] É difícil, complicado. Os times pequenos querem jogar e desempenhar um bom papel. Para nós qualquer jogo é complicado, mas estamos bem em nosso objetivo de nos manter entre os primeiros”, disse o argentino Barcos.

Já o São Caetano não enfrenta um bom momento. Sem vencer há quatro rodadas, o Azulão não poderá contar com o atacante Anselmo, que tem contrato com o Palmeiras. Uma das cláusulas refere-se a enfrentar o time que o revelou. Por isso, o atacante ficará de fora. Mas o técnico Márcio Araújo contará com o retorno de Marcelo Costa.

Histórico de confrontos entre Palmeiras x São Caetano:

Geral: 26 jogos

14 vitórias do Palmeiras [ 52 gols ]

04 empates

08 vitórias do São Caetano [ 37 gols ]

 

No Campeonato Paulista: 10 jogos

06 vitórias do Palmeiras [ 19 gols ]

01 empate

03 vitórias do São Caetano [ 12 gols ]

 

>>> Jogando em São Paulo, todos no Palestra Itália, o Verdão também tem ampla vantagem sobre o Azulão. Em 9 partidas, só foi derrotado duas vezes, em 2000 (3×4) e 2010 (1×4). Foram 7 vitórias palmeirenses [20GP, 12GC].

>> O primeiro jogo da história entre os dois clubes aconteceu em 11 de dezembro de 1991, em um Amistoso, e o Palmeiras venceu por 4×0, atuando no estádio Anacleto Campanella. Os gols foram de Andrei, Edu Marangon, César e Márcio.

>> Já a primeira partida entre os dois pelo Campeonato Paulista aconteceu em 25 de março de 2001, e o Palmeiras venceu por 2×0, no Palestra Itália. Os gols foram de Paulo Turra e Muñoz.

>> As duas equipes já se enfrentaram 10 vezes pelo Brasileirão. Foram 4 vitórias do Palmeiras [19GP], 3 empates e 3 vitórias do São Caetano [11GP].

>> Em 2011, os dois times empataram em 1×1, no Anacleto Campanella. Os gols foram de Artur (SC), hoje no Palmeiras, e Kleber (P). O Verdão foi a campo com Deola; Cicinho (Chico), Danilo, Thiago Heleno e Gabriel Silva; Márcio Araújo, Marcos Assunção e Patrik; Luan (Max Santos), Kleber e Adriano Michael Jackson (Tinga).

>> Últimas partidas entre as duas equipes:

20/03/11 – São Caetano 1 x 1 Palmeiras – Paulista

17/02/10 – Palmeiras 1 x 4 São Caetano – Paulista

25/02/09 – São Caetano 3 x 4 Palmeiras – Paulista

29/03/08 – Palmeiras 3 x 1 São Caetano – Paulista

25/02/07 – São Caetano 1 x 2 Palmeiras – Paulista

> Maiores goleadas: o Palmeiras goleou o Azulão por 4×0 em um Amistoso em 1991 e no Campeonato Paulista de 2006. Já a maior goleada do São Caetano foi pela Copa Sul-Americana de 2003, por 3×0, em casa, e 4×1 no Paulista de 2010, no Palestra.

> Curiosidades: os placares de 2×0 e 1×0 são os mais entre os dois times: aconteceram em 4 dos 26 jogos da história, seguido pelo placar de 2×1, que ocorreu 3 vezes. Já as goleadas por três ou mais gols de diferença ocorreram em 4 oportunidades.

 

Ficha técnica

PALMEIRAS x SÃO CAETANO

Local: estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data: 4 de março de 2012, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Antonio Rogério Batista do Prado
Assistentes: Anderson José de Moraes Coelho e Ricardo Pavanelli Lanutto
Assistentes adicionais: Welton Orlando Wohnrath e Márcio Henrique de Gois

PALMEIRAS: Deola; Cicinho, Román (Maurício Ramos), Henrique e Juninho; Márcio Araújo, Marcos Assunção, João Vitor e Daniel Carvalho; Maikon Leite e Barcos
Técnico: Luiz Felipe Scolari

SÃO CAETANO: Luiz; Marcone, Jorge Luiz, Eli Sabiá e Vicente; Augusto Recife, Moradei, Kleber e Marcelo Costa (Isael); Aílton e Geovanne
Técnico: Márcio Araújo

Comentários

comentários