Verdão precisa vencer o Guarani para ficar entre os quatro primeiros. Uma derrota complicaria a tabela de classificação.

Por Thiago Gomes

Logo após a vitória diante do Horizonte-CE, o discurso dos jogadores era o mesmo: vencer o Guarani para ficar nas primeira posições, afim de não enfrentar logo de cara um time grande da capital. Felipão também reforçou o discurso, junto com Maikon Leite. “Não podemos perder de jeito nenhum. Se o Guarani vencer, passa a gente, e é péssimo”, disse o atacante.

Caso seja derrotado, o Palmeiras ficaria na quinta posição, com 35, e o Guarani em quarto, com 36. Com isso, forçaria o Palmeiras vencer o Comercial no próximo final de semana, em casa, e ainda depender de uma possível derrota do time campineiro.

O treinador palmeirense não poderá contar com Juninho, suspenso. Para sua vaga, Gerley deve ser o substituto natural. Wesley, um dos titulares, sabe que deverá melhorar. “Fiquei três meses sem jogar, e ritmo de jogo só vou pegar atuando. Senti que evolui um pouco na parte técnica e tática.”

O Guarani vem de derrota perante o Botafogo-RJ, em casa, pela Copa do Brasil. O time do técnico Vadão terá grande desfalque para esse domingo: o goleiro Emerson. Para a vaga, Juliano deve atuar. O atacante Fumagalli volta de suspensão e deve ser a principal novidade do time campineiro.

FICHA TÉCNICA
GUARANI X PALMEIRAS

 

Local: Estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas (SP)
Data: 8 de abril de 2012, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral
Assistentes: Carlos Alberto Funari e Claudenir Donizeti Gonçalves da Silva
Assistentes Adicionais: Marcelo Rogério e Aurélio Santanna Martins

GUARANI: Juliano; Oziel, Neto, Domingos e Bruno Recife; Wellington Monteiro, Fábio Bahia, Danilo Sacramento e Fumagalli; Fabinho e Bruno Mendes
Técnico: Vadão

PALMEIRAS: Deola; Cicinho, Leandro Amaro, Henrique e Gerley; Márcio Araújo, Marcos Assunção, João Vítor (Maikon Leite), Wesley e Daniel Carvalho; Barcos
Técnico: Luiz Felipe Scolari

Comentários

comentários