Diretor executivo confirma mudanças drásticas nas negociações com atletas da base.

Por Thiago Gomes

Depois de apresentar Erasmo Damiani como novo coordenador técnico das categorias de base, José Carlos Brunoro anunciou medidas drásticas para melhorar as categorias de base.

Segundo Brunoro, os empresários não terão mais ação dentro do clube. Para um jogador estar no Verdão, será necessário ter uma maior porcentagem sob custódia do próprio clube. “Vai mudar muito, a regra do jogo quem vai mandar é o clube. Temos precentuais determinados mínimos e maximos que cabem ao empresário. Nao vai poder ser como é hoje. Será bastante clara a relação, e só vamos discutir com um empresário. Não vai ter braço de um, perna de outro… Só vamos falar com um,” disse.

“Vamos começar a inverter isso nos mais jovens, os que estão chegando agora, depois tem a sequência de idades, vão subindo e ocupando o espaço. Tempo é difícil, mas vamos começar um pouco mais cedo sobre isso. Esse percentual varia muito de categoria. Mas sempre mantendo essa distância de no máximo 40% para o agente a 60% do clube. Se vier um Messi, eu divido 50%,” disse.

Sobre o desempenho da nova diretoria, Brunoro disse que está satisfeito com o trabalho, e que o resultado contra o Tigre foi uma exceção “normal” no caminho do time.

“Estou sobrevivendo (risos). Mas tem sido ótimo, todos esses diagnósticos me dão motivação muito grande porque vejo mais soluções que problemas. Precisamos tomar atitudes duras em alguns aspectos, pro trabalho seguir no futuro. Mas estou muito feliz, fizemos muita coisa de reestruturação interna, de pessoas, de mentalidade, tranquilidade do elenco, recuperação do elenco, tudo isso com o bonde andando, que é muito mais dificil. Tivemos ótimos resultados, tirando a fatalidade do Tigre, que causou stress não sei porque, sendo que é um resultado normal fora de casa,” concluiu.

Palmeiras e Paulista jogam pelo Paulistão nesta quinta-feira.

Comentários

comentários