O acordo entre Palmeiras e adidas finalmente saiu. A reunião foi realizada no fim da semana passada e decisão deve ser divulgada em breve.

Paulo Nobre, presidente do clube, lutou por valores maiores. Queria algo igual ou maior do que a empresa paga para o Flamengo, por exemplo. A venda de camisas do Alviverde sempre supera as expectativas da multinacional alemã e, por isso, o retorno também deveria ser interessante para o lado verde.

Os números ainda não foram divulgados. Mas é certo que o valor total de material diminuiu, enquanto o valor financeiro aumentou. Ou seja, o Palmeiras terá direito à menos material esportivo e ganhará mais por isso. Além, claro, de uma porcentagem maior do que o último contrato.

A adidas aproveitou o gancho e colocou mais um estoque da camisa amarela à venda nas lojas oficiais físicas e na loja online oficial. No domingo, o time vai promover novamente o uniforme.

Além da adidas, a Puma fez uma apresentação no Allianz Parque para dirigentes alviverdes, que puderam tocar nos uniformes, ver modelos e até analisar proposta. A Nike também correu por fora, mas não conseguiu acerto.

Comentários

comentários