A quarta-feira foi de protestos no Palmeiras. E a fúria dos conselheiros que compareceram ao Palestra Itália não teve a ver com o desempenho modesto do time na temporada ou com o mau momento do técnico Marcelo Oliveira. Todas as cornetadas estavam voltadas para a nova diretriz sobre a concessão de ingressos, alterada pelo presidente Paulo Nobre.

Até a semana passada, cada conselheiro tinha direito a um ingresso gratuito, um deles com desconto de 50%, além de dois com preço normal, porém sem a necessidade de filas. Bastava ir até o clube e retirá-los.

LEIA MAIS:
Apesar das cobranças, Marcelo Oliveira precisa continuar no Palmeiras
Marcelo Oliveira justifica empate
Lesão de Cleiton Xavier faz Palmeiras ir ao mercado por novo meia
COMPRE AGORA! Camisas do Palmeiras com desconto diretamente da loja oficial. Confira
Que tal trabalhar com futebol e ganhar mais de R$ 2.000,00 por mês? É possível. Clique aqui

Agora, o conselheiro precisa aderir ao Avanti, programa de sócios-torcedores, para ter direito à entrada gratuita e ao ingresso pela metade do preço. “Todo mundo ficou revoltado, porque tem de adquirir via internet, concorrendo com milhares de outros torcedores”, reclama o conselheiro Ricardo Pisani. “Dizem que o ingresso está garantido, mas não é assim.”

Para aumentar a irritação dos membros do Conselho Deliberativo, a garantia dos dois ingressos pelo preço cheio só valerá para aqueles que aderirem a um plano com custo mensal de R$ 15. “O Paulo só está se esquecendo de que tem eleição no fim do ano. Ele pode precisar do Conselho Deliberativo”, adverte Pisani. Os protestos de ontem têm ligação com a dificuldade dos cartolas em conseguir as entradas para o clássico de sábado, contra o Santos.

Comodidade:
Se o Palmeiras está acabando com a facilidade dos conselheiros, o Tricolor faz o oposto. Ontem, contra o Strongest, cada cartola tinha direito a dois ingressos de graça e transporte até o Pacaembu.

Na conta:
O Palmeiras cumpriu a promessa e depositou a primeira parcela do prêmio pelo título da Copa do Brasil. Os jogadores que têm direito a um bicho maior, de R$ 250 mil, receberão tudo em cinco vezes.

Fonte: Yahoo Esportes

Comentários

comentários