Às 16 horas (de Brasília) deste sábado, pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Palmeiras defende a liderança diante do Coritiba, no Estádio Palestra Itália. A partida marca os retornos do zagueiro Vitor Hugo e do atacante Gabriel Jesus ao time titular.

Suspensos na vitória por 2 a 0 sobre o Corinthians, Vitor Hugo e Gabriel Jesus estão à disposição de Cuca para o duelo diante do adversário paranaense. Por outro lado, o volante Gabriel, advertido com o terceiro amarelo, é desfalque certo. Thiago Santos é a principal opção para a vaga. Com desconforto muscular, o meia Cleiton Xavier e o zagueiro Edu Dracena sequer foram relacionados.

“Temos de pensar somente no Coritiba e fazer de cada jogo uma decisão, assim como temos trabalhado até agora. É errado pensar que clássico é diferente dos outros jogos porque é aí que você comete enganos no campeonato. Prevemos muita dificuldade no jogo de amanhã, o Coritiba tem a luta dele. Temos de ser o mais simples e os mais tranquilos possível para fazermos um bom resultado”, pregou o técnico Cuca.

O confronto com o Coritiba, 13º colocado, marca o início de uma série de partidas do Palmeiras contra adversários teoricamente mais fáceis. Em seguida, o time pega Santa Cruz, América-MG, Cruzeiro, Figueirense e Sport, todos ameaçados pelo rebaixamento.

Na última quarta-feira, com um time reserva, o Palmeiras se classificou às quartas de final da Copa do Brasil em João Pessoa ao perder por do Botafogo-PB por 1 a 0, resultado que encerrou uma série de 10 jogos de invencibilidade (seis vitórias e quatro empates). Poupados, os titulares permaneceram em São Paulo.

Por determinação do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), o setor gol norte do Palestra Itália, habitualmente ocupado em parte pelas organizadas, estará fechado. A medida é consequência dos confrontos entre torcedores de Palmeiras e Flamengo durante o jogo do primeiro turno, disputado em Brasília.

O Coritiba vive uma maratona de jogos que já causou sérios problemas ao técnico Paulo César Carpegiani, derrubando mais de meio time pelo caminho nas últimas semanas. A derrota pelo Belgrano, pela Copa Sul-americana, mostrou a necessidade de mais opções no elenco e, principalmente, de maior sequência com uma mesma base conseguindo jogar junta na busca por entrosamento.

O meia Raphael Veiga e o zagueiro Luccas Claro continuam fora da equipe, assim como o volante Amaral e o atacante Kleber, todos entregues ao departamento médico, sem prazo para o retorno. Neto Berola, que se recupera de cirurgia, sequer volta nesta temporada. Já o atacante Leandro, que recebeu o terceiro cartão amarelo na última rodada, contra o Sport, cumpre suspensão automática e é mais um desfalque.

Entretanto, o treinador coxa-branca deve ter pelo menos uma volta importante. O meia Juan, que pode ainda atuar como lateral, foi poupado no meio de semana, mas agora está à disposição. Sua escalação, porém, é mistério. “O Juan queria jogar. Optei por não deixá-lo jogar, porque pode ocasionar lesão e ficar ainda mais tempo fora. Fiquei com medo de não tê-los contra o Palmeiras ou na próxima quarta, que aí sim passa a ser o jogo decisivo”, disse Carpegiani.

Comentários

comentários