Em briga milionária, Palmeiras vence a WTorre na arbitragem

A câmara de árbitros da Fundação Getúlio Vargas deu ganho de causa ao Palmeiras contra a WTorre, em briga que envolve as cadeiras do Allianz Parque.

0
223

A decisão, que saiu nesta terça-feira, delimita à construtora o direito de venda de apenas 10 mil cadeiras, como queria o clube alviverde.

O imbróglio entre Palmeiras e WTorre surgiu pelas diferentes maneiras de interpretação do contrato envolvendo o Allianz Parque.

O clube entendia que a construtora tem direito de comercializar apenas 10 mil cadeiras, enquanto a WTorre acredita que é responsável pelo total.

Deve se ressaltar que a arbitragem ainda tem outros pontos para decidir, mas esse era o ponto principal em discussão no tribunal da FGV.

Ainda existe uma segunda rusga na arbitragem entre WTorre e Palmeiras, em discussão por questões relativas ao programa Avanti, que abrange os sócios-torcedores alviverdes. No entanto, não cabe mais recurso na arbitragem.

Comentários

comentários