Cleiton Xavier deve deixar o Palmeiras e se aproxima do Vitória

Meia tem negociações adiantadas com o clube baiano, que o colocou na lista de reforços que vazou. Com quatro reforços e querendo diminuir a folha, Verdão topou liberá-lo

0
366
O jogador Cleiton Xavier, da SE Palmeiras, comemora seu gol contra a equipe do SC Internacional, durante partida válida pela trigésima quarta rodada, do Campeonato Brasileiro, Série A, na Arena Allianz Parque.

Cleiton Xavier está saindo do Palmeiras para jogar no Vitória. Os clubes já se acertaram pela liberação do meio-campista, que é esperado no fim de semana em Salvador para acertar os últimos detalhes do contrato. Ele deve assinar por dois anos e meio com a equipe rubro-negra, e assim não voltaria ao Verdão, onde estava em sua segunda passagem e conquistou a Copa do Brasil e Brasileiro.

Sinval Vieira, diretor de futebol do Vitória, disse à Rádio Metrópole que todo o negócio já está definido. Já de acordo com o empresário de Cleiton Xavier, Renato Figueiredo, as duas equipes já se acertaram, mas ainda restam detalhes a tratar com o jogador.

Aos 33 anos, Cleiton fazia parte da lista de reforços que o Vitória acidentalmente vazou à imprensa ao divulgar uma foto da renovação com o técnico Argel Fucks. O contrato do meia com o Palmeiras venceria apenas em fevereiro de 2018.

Depois de jogar entre 2009 e 2010 pelo Verdão, o camisa 10 ficou por cinco anos na Ucrânia e voltou em 2015, mas teve um ano muito abaixo do esperado. Atrapalhado por seguidas lesões, foram apenas 17 jogos e um gol.

Ao começar a realizar trabalhos físicos específicos, diminuiu a quantidade de lesões em 2016 e começou o Brasileiro como titular. Só que durante o campeonato perdeu a vaga. Mesmo reserva, teve atuações decisivas em vitórias sobre Corinthians, Inter e Santa Cruz. Foram 30 jogos na vitoriosa campanha e quatro gols para o armador. Pelo clube, são 142 jogos e 21 gols.

Sua saída faz parte da diminuição do elenco desejada pelo técnico Eduardo Baptista. Sem contar Felipe Melo e a volta de jogadores emprestados, o Verdão tem 34 jogadores – o novo treinador gostaria de trabalhar com 32. Além disso, a transferência abre espaço na folha salarial para atletas como o volante liberado da Inter de Milão que está prestes a ser anunciado. No meio, o Verdão contratou nesta janela: Raphael Veiga, Hyoran, Guerra e Michel Bastos.

Comentários

comentários