Verdão conversa por Pratto e planeja proposta, mas Galo promete jogo duro

Palmeiras projeta iniciar a negociação com oferta de 8 milhões de euros, mas já sabe que o Atlético-MG vai pedir mais. Liberação de Arouca pode fazer parte da negociação

0
641
Lucas Pratto, atacante do Vélez.
Lucas Pratto, atacante do Vélez.

O sonho de contratar o atacante Lucas Pratto – que já é antigo – continua vivo no Palmeiras. O clube mantém conversas com pessoas ligadas ao jogador e planeja formalizar uma primeira proposta assim que a permanência da Crefisa como patrocinadora for definida, mas já sabe que o Atlético-MG fará jogo duro.

O LANCE! apurou que o Verdão deve sinalizar inicialmente com 8 milhões de euros (R$ 27 milhões), mesmo sabendo que o Galo exigirá algo em torno de 12 milhões de euros (R$ 40 milhões). A expectativa é de que as negociações se arrastem porque os mineiros relutam em negociar um de seus principais atletas com um clube brasileiro, ainda mais se este clube for participante da Libertadores.

Como o “Uol Esporte” publicou, também há a possibilidade de utilizar a liberação do volante Arouca como parte do pagamento. Ele tem contrato com o Palmeiras até janeiro de 2019 e possui conversas avançadas com o Galo, mas depende do aval dos paulistas para se transferir.

Alexandre Mattos, diretor de futebol do Verdão, já disse que o clube não tem condições de contratar um atleta deste porte sem saber se o patrocínio da Crefisa continuará. O contrato atual, que rendeu R$ 78 milhões ao clube, se encerra no dia 21 de janeiro. A renovação ainda não foi acertada e não há uma data definida para que seja discutida, mas internamente é dada como praticamente certa – até porque a candidatura de Leila Pereira ao Conselho deve ser aprovada. Por isso, o interesse por Pratto foi reaceso.

Até o fim do ano passado, a ideia era que a Crefisa bancasse a contratação de um reforço como “presente” para o Palmeiras disputar a Libertadores. O alvo preferido da empresa e do clube era justamente o atleticano. Hoje, mesmo se a renovação do patrocínio for confirmada, é bem possível que a empresa não banque nenhum reforço de forma direta, embora o valor pago pelo patrocínio seja fundamental para o Verdão buscar um camisa 9 de peso.

Outro jogador da posição que interessa ao clube é Miguel Borja, do Atlético Nacional (COL). Mas os valores exigidos pelo clube colombiano são ainda maiores, o que fez com que Pratto se tornasse ainda mais favorito. O histórico do argentino, que se destaca há mais tempo, também pesa.

Comentários

comentários