Entenda por que Borja não pode ser substituto de Fabiano no Paulistão

Regulamento do estadual prevê substituição na lista para a primeira fase somente em caso de lesão que impossibilite o atleta de jogar até o fim do torneio

0
870
Fabiano ganhou mais oportunidades na reta final do Brasileirão


A lesão de Fabiano, que ficará fora do Palmeiras por até seis semanas devido a uma lesão muscular na coxa direita, despertou uma dúvida na torcida alviverde. Afinal, Borja pode ser inscrito na vaga do lateral para a sequência do Campeonato Paulista? A resposta é: não.

O regulamento do estadual, redigido pela FPF (Federação Paulista de Futebol), prevê substituição na lista de 28 inscritos somente em caso de lesão que tire o jogador de combate até o fim do torneio, cuja última partida está prevista para o dia 7 de maio.

No momento, o Palmeiras tem dois jogadores no departamento médico, mas ambos com retorno previsto para um período anterior ao fim do Paulistão: além de Fabiano, Tchê Tchê se recupera de lesão no úmero, mas deve voltar no meio de março.

Dessa maneira, a estreia oficial de Borja, caso não aconteça nenhum outro imprevisto, se dará na Taça Libertadores da América. O Palmeiras faz seu primeiro jogo pela competição continental no dia 8 de março, contra rival indefinido – que sairá do duelo entre Junior Barranquilla, da Colômbia, e Atlético Tucumán, da Argentina.

Caso o Verdão avance às quartas de final do Paulistão, Eduardo Baptista poderá contar com Borja caso troque alguém da atual lista por ele. O regulamento do estadual, no Artigo 5, prevê a substituição de até quatro atletas da relação original para a disputa da fase de mata-mata. A mudança nesse caso deve ser registrada até o dia 31 de março.

Comentários

comentários