Perto da estreia, Moisés está pronto para ajudar o Palmeiras a engrenar

Meio-campista fez um trabalho físico diferente no início do ano e deve ser relacionado para o jogo contra o São Bernardo. Novo camisa 10 fez elogios ao técnico Eduardo Baptista

0
221


Desfalque dos amistosos de pré-temporada e as duas primeiras rodadas do Campeonato Paulista, Moisés está pronto para estrear em 2017. Já trabalhando com o elenco há uma semana, o camisa 10 deve ser relacionado para o jogo desta quinta-feira, contra o São Bernardo, no Allianz Parque. Para o meio-campista, esta é a chance de o time começar a engrenar.

– Futebol brasileiro é muito engraçado. O que uma derrota não faz? Toda a repercussão… temos ciência de que o time ainda não jogou o que se espera, mas é natural de começo de ano, com treinador novo, não teve todas as peças à disposição. Não é tão simples. Mas o trabalho do Eduardo vocês veem que é bom, um cara dinâmico. Falamos com ele, estamos juntos, ele é um cara bacana, honesto e sabemos que a qualquer momento o time vai engrenar. Esperamos que seja no próximo jogo – resumiu o meio-campista.

Moisés levou mais tempo para ficar à disposição, pois nas férias tirou pinos do pé esquerdo e por isso teve de fazer um trabalho para recuperação de musculatura na pré-temporada.

– Ano passado tive uma lesão grave (a fratura no pé) e dei a volta por cima. Este ano foi um trabalho de readaptação muscular, nem porque ganhei peso como alguns falaram, mas porque perdi musculatura porque não pude treinar nas férias. Tivemos o cuidado para não machucar. Espero voltar com vitória, contra o Atlético-PR (4 a 0, no Brasileiro) voltei e o time fez um grande jogo. Que possa ser assim, a gente se apega nessas coisas boas. Que a equipe cresça e eu esteja neste momento – acrescentou.

Como mero espectador neste começo de ano, o jogador admite que o Verdão ainda não encaixou. Segundo ele, o principal problema do time é a inconstância no decorrer dos jogos.

– O time tem criado chances, contra a Ponte Preta, no amistoso, teve muitas chances e fez poucos gols. Temos de finalizar melhor, concentrar mais, mas faz parte da readaptação. Começo de temporada você não está no ápice e não consegue fazer o lance como quer. Quando fizermos o primeiro e sairmos na frente, vamos deslanchar. O grupo é maduro e sabe o que tem de fazer – encerrou o camisa 10.

Comentários

comentários