O Palmeiras inicia a caminhada em busca do bicampeonato da Copa Libertadores na noite desta quarta-feira. Às 21h45 (de Brasília), o time alviverde, campeão continental na temporada de 1999, encara o Atlético Tucumán, no Estádio Monumental José Fierro.

Ganhador do Brasileiro 2016, o Palmeiras inicia o ano com o sonho de disputar o Mundial de Clubes 2017. Bancado pela Crefisa/FAM, o clube reformulou o elenco pensando na Libertadores e trouxe jogadores como Miguel Borja, Alejandro Guerra, Felipe Melo e Michel Bastos.

Com o grupo reforçado, Eduardo Baptista segue em busca da formação ideal. Contra o Tucumán, ele pode trocar o esquema 4-1-4-1, seu favorito, pelo 4-2-3-1. Armar a segunda linha com os volantes Felipe Melo e Thiago Santos é uma opção. No comando de ataque, Borja tem chance de ser titular na vaga de Willian.

O zagueiro Yerry Mina, expulso pelo Santa FE-COL em seu último jogo na edição de 2016, será substituído por Edu Dracena na Argentina. Os meio-campistas Moisés (lesão no joelho esquerdo) e Tchê Tchê (lesão no ombro esquerdo) continuam afastados.

“Conseguir pontuar como visitante na Libertadores é importantíssimo. Assim, fazendo o dever de casa, você tem grande chance de classificar. Todo jogo deve ser encarado com seriedade, principalmente a estreia em um campeonato que é tão almejado por nós nesse ano”, afirmou o zagueiro Vitor Hugo.

Atlético Tucumán conta com apoio maciço da torcida contra o Palmeiras na estreia pela Libertadores (Foto: Divulgação)

Já o Club Atlético Tucumán, fundado em 1902, se prepara para disputar a fase de grupos da Copa Libertadores pela primeira vez. No maior feito de sua história, o time argentino eliminou El Nacional-EQU e Junior Barranquilla-COL nas etapas seletivas.

Para enfrentar o Palmeiras, o técnico Pablo Lavallén pretendia repetir o time escalado contra o Junior Barranquilla, mas não poderá usar o meio-campista David Barbona, com uma infecção nas amígdalas. Assim, Leandro González começa entre os titulares.

“Cada time vai tratar de explorar suas qualidades e ficar bem fechado para não mostrar as deficiências. Hoje, no futebol mundial, não existe favoritismo absoluto. Tudo está muito equilibrado. O estado psicológico às vezes pesa, e nós chegamos com a cabeça muito boa”, afirmou Lavallén.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO TUCUMÁN X PALMEIRAS

Data: 8 de março de 2017, quarta-feira
Local: San Miguel de Tucumán-ARG
Horário: 21h45 (de Brasília)
Árbitro: Mario Diaz de Vivar (Paraguai)
Assistentes: Eduardo Cardozo e Milcíades Saldivar (ambos do Paraguai)

ATLÉTICO TUCUMÁN: Lucchetti; Di Plácido, Bianchi, Canuto e Evangelista; Aliendro, Acosta, Leyes e González; Menéndez e Zampedri
Técnico: Pablo Lavallén

PALMEIRAS: Fernando Prass; Jean, Edu Dracena, Vitor Hugo e Zé Roberto; Thiago Santos (Egídio) e Felipe Melo; Keno, Dudu e Michel Bastos; Borja (Willian)
Técnico: Eduardo Baptista

Comentários

comentários