Palmeiras visita Ponte Preta para ampliar vantagem na liderança

0
153

O Palmeiras já tem a melhor campanha do Campeonato Paulista, com 25 pontos ganhos, mas segue com sede de vitórias para garantir a primeira colocação geral até uma possível final do torneio. Nesta quarta-feira, o Verdão vai a Campinas encarar a Ponte Preta, que briga pela primeira posição do Grupo D.

Neste Campeonato Paulista, o Palmeiras ostenta a melhor campanha com 25 pontos ganhos, contra 21 do segundo colocado no ranking geral Corinthians. No entanto, como a pontuação segue sendo somada na fase mata-mata do Estadual, o Verdão quer aumentar sua margem de segurança sobre os times rivais.

“A seriedade é muito grande. Mesmo que já tenhamos conseguido a classificação e estejamos na liderança, temos esse objetivo de ampliar a vantagem, que irá nos ajudar muito mais pra frente na competição. Vamos com força máxima. Quem o Eduardo optar para entrar jogando vai fazer o melhor. A cobrança é sempre grande, vamos com total seriedade em Campinas para conseguir a vitória”, afirmou o atacante Willian.

A partida deverá ser um teste para o Palmeiras se preparar para a dura sequência que terá no mês de abril, com a fase mata-mata do Paulistão e jogos importantes pela Copa Libertadores. Para este confronto, ao contrário da vitória sobre o Mirassol e do empate contra o Audax, o Verdão terá força máxima, sendo que até o meia-atacante Dudu, na Seleção Brasileira, pode retornar ao time. Outra novidade pode ser o meia Hyoran, que faria seu primeiro jogo pelo clube.

“Todos trabalham muito forte. Sabemos da concorrência, é um grupo muito qualificado. O treinador está sempre falando dessa disputa. O Eduardo (Baptista) teve a oportunidade de fazer esse rodízio nos dois jogos, com alguns atletas que não vinham jogando. Se ele optar por quem não entrou jogando ainda, trabalhamos para isso. Quando você tem oportunidade de iniciar a partida é um sabor especial, é diferente”, completou Willian.

Como desfalques, Eduardo Baptista não poderá contar com os suspensos Tchê Tchê e Thiago Santos, Jean, que tem um fissura no pé direito e segue em observação, e Yerry Mina, Miguel Borja e Alejandro Guerra, com suas seleções para a disputa das Eliminatórias Sul-Americanas.

Empatada com o Santos na liderança do Grupo D, com 19 pontos, a Ponte Preta tem uma vitória a menos que o Peixe, e, para conquistar a liderança, precisa vencer o Palmeiras e ainda torcer para que o time de Dorival Júnior não bata o Novorizontino na Vila Belmiro, no mesmo horário. Como não podem mais ser alcançados por Mirassol e Audax, os dois alvinegros já estão classificados e decidem apenas quem fará a decisão das quartas de final dentro de casa.

“A primeira coisa que temos que fazer é o dever de casa, que é conquistar a vitória. Vamos mostrar a nossa grandeza, a nossa força nessas partidas finais. Vamos corrigir o que precisa ser corrigido. Se a gente almeja e quer uma história temos que passar por esses jogos finais”, disse o técnico Gilson Kleina.

Para essa partida, a Ponte terá todos os atletas à disposição, mas deverá ter dois poupados no confronto. O volante Fernando Bob e o zagueiro Yago estão pendurados com dois cartões amarelos e podem ficar de fora para ter presença garantida nas quartas de final. Outra mudança importante é a saída de Ravanelli para a entrada do artilheiro William Pottker, que retorna de suspensão e fará novamente o trio de ataque com Lucca e Clayson.

“Eu espero um time com a cara da Ponte. Um time com raça, com sabedoria, empenho e excelente técnica. Um time que vá para cima independentemente do adversário, pois sabemos da bela equipe que é o Palmeiras. Mas deixando isso de lado, vamos para cima, com tudo, pois vamos jogar em casa e temos que ter nossa personalidade”, afirmou o jovem atacante Yuri, que deverá ser opção no banco de reservas, mas tem entrado no segundo tempo das partidas.

FICHA TÉCNICA
PONTE PRETA X PALMEIRAS

Local: Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP)
Data: 29 de março de 2017, quarta-feira
Horário: 21h45 (de Brasília)
Árbitro: Leandro Bizzio Marinho
Assistentes: Mauro André de Freitas e Alberto Poletto Masseira

PONTE PRETA: Aranha; Nino Paraíba, Yago (Kadu), Marllon e Jeferson; Jadson, Fernando Bob (Naldo) e Elton; Pottker, Lucca e Clayson
Técnico: Gilson Kleina

PALMEIRAS: Fernando Prass; Fabiano, Edu Dracena, Vitor Hugo e Zé Roberto; Felipe Melo; Róger Guedes, Hyoran, Michel Bastos e Dudu; Willian
Técnico: Eduardo Baptista

Comentários

comentários