Moisés, do Palmeiras, faz desabafo sobre post falso e critica jornalista

Moisés, do Palmeiras, faz desabafo sobre post falso e critica jornalista Moisés, do Palmeiras, faz desabafo sobre post falso e critica jornalista .

0


Antes do treinamento desta terça-feira, Moisés pediu espaço na Academia de Futebol para fazer um pronunciamento na sala de imprensa. O meio-campista se pronunciou sobre a publicação do jornalista Chico Lang, que mostrava uma suposta conversa de celular do camisa 10 do Verdão falando a respeito da confusão envolvendo Felipe Melo e Clayson no intervalo do Dérbi.
Como já havia informado em uma rede social, Moisés prometeu discutir o caso com seus advogados e condenou o conteúdo. Ele citou também comentários antigos do jornalista que apontavam um suposto favorecimento ao Palmeiras da arbitragem na reta final do Brasileiro.

– Como todos já sabem o que saiu envolvendo meu nome, procurei o clube e falei que gostaria de me pronunciar a respeito, mesmo todos aqui sabendo que não procede o que saiu. É um jornalista, um cara que tem opinião pública. Muitos o seguem e observam o que ele fala, e nem todos têm discernimento para saber se o que ele fala é verdade ou não – disse.

– Procurei vir aqui porque nunca estive envolvido em polêmica, ainda mais extracampo. Meus pais, minha esposa. É o que eu procuro passar aos meus filhos: ter índole, ética. Jamais falaria de meus companheiros por trás, sem que a pessoa soubesse. Estava dormindo, minha esposa me acordou desesperada. É revoltante ver uma mentira sobre sua pessoa, que pode afetar de alguma forma algumas pessoas. Imagine se isso cria uma dúvida se eu falei ou não. Todos me conhecem, sabem da forma que procuro lidar. No nosso grupo de mensagens no elenco, todos foram muito firmes em me dar apoio, falar que estavam comigo.

– O Chico Lang, o jornalista que publicou isso, já deve ter mais de 20 anos de profissão. O mínimo que ele deveria ter feito é checar a informação se procede ou não. Em momento algum fez isso, já saiu soltando essa foto – prosseguiu Moisés, referindo-se ao falto print.

– Não tenho dúvida de que ele sabia da repercussão que isso iria tomar. Até porque vem de duas semanas para cá falando do Palmeiras, de esquema Crefisa, de que Palmeiras estava comprando campeonato. Por incrível que pareça, a gente joga contra o Corinthians, os três lances duvidosos – e o Corinthians não tem nada a ver com isso, só estou dando exemplo – foram a favor do Corinthians. Mostra que ele estava equivocado – continuou o meia.

Moisés disse ter aceitado o pedido de desculpas feito por Chico Lang (leia mais abaixo), mas deixou claro que vai tomar providências na Justiça:
– Pediu desculpas, desculpas aceitas. Mas não vai ficar por aí. A pessoa não pode sair falando mentiras de outra e simplesmente pedir desculpa. Você bate o carro no trânsito, pede desculpa, mas tem que pagar o seguro, o conserto. Meus advogados vão ver as medidas cabíveis. Minha esposa ficou muito chateada, meus pais. É até bom para outras pessoas que possam ter má intenção, que saibam que quando isso acontecer vou tomar as medidas cabíveis – completou.

Tchê Tchê também se pronuncia
O meio-campista Tchê Tchê, que também foi envolvido no conteúdo da conversa publicada por Chico Lang, falou sobre o caso:
– Essas pessoas são mal instruídas. Do nosso lado, a gente é bem instruído sobre esse tipo de coisa, procura ficar bem longe disso. Neste caso do Moisés, foi assim. Assim que ele ficou sabendo, temos grupo de atletas, ele mandou o print. Até brinquei, a rapaziada riu, porque eu não pensava que estava envolvido, e estava (risos) – disse o meio-campista.

Entenda o caso:
O jornalista Chico Lang, da TV Gazeta, postou nesta terça-feira, no Twitter, uma conversa atribuída a Moisés no WhatsApp, na qual o meia do Palmeiras pediria uma edição do vídeo da polêmica entre Felipe Melo e Clayson no intervalo do clássico com o Corinthians, no domingo. A conversa também tinha Moisés falando que Tchê Tchê sentiu a pressão por jogar na casa do rival.

Comentários

comentários