Prass e Dudu atingem marcas históricas diante do Vitória e lamentam revés

0


A partida válida pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro poderia ter sido perfeita para Fernando Prass e para Dudu se tivessem saído vitoriosos de campo na noite desta quarta-feira (08). Ambos os jogadores conseguiram feitos históricos no Século XXI: o goleiro palmeirense se tornou o segundo atleta com mais atuações pelo clube, enquanto o atacante se tornou o terceiro artilheiro geral do Verdão considerando apenas partidas a partir de 2001.

“Fico feliz em estar chegando perto do fim de mais uma temporada e continuar fazendo história com a camisa do Palmeiras. Só acho que, hoje, especificamente, o foco era a vitória. Não conseguimos. As marcas individuais são consequência do trabalho que fazemos. Então eu só queria mesmo ter ajudado o time”, disse Fernando Prass.

A marca de segundo atleta com mais atuações vestindo o manto palestrino neste século se deu graças à atuação diante do Rubro-negro. Apenas pelo fato de ter entrado em campo, Prass completou sua 252ª partida desde que chegou ao Verdão em 2012 (estreou em 2013). Neste quesito, o gaúcho de Viamão (RS) igualou Márcio Araújo em número de jogos. O líder deste ranking é o ex-goleiro Marcos, com 391 partidas. Em número de vitórias, Prass já se tornou o segundo do século, com 136 (São Marcos também lidera essa lista, com 180 triunfos).

Outra marca individual que chamou a atenção foi a de Dudu, que, ao balançar as redes rubro-negras, chegou aos 39 gols com a camisa do Palmeiras, igualando Kleber Gladiador, e entrou – automaticamente – para o top 3 de artilheiros alviverdes no Século XXI. Com 54 gols a partir de 2001, Vágner Love lidera esta lista, seguido de Valdivia (41 gols).

O capitão palmeirense também se tornou artilheiro da equipe alviverde no Brasileirão, já que agora possui sete gols na competição, igualando o seu companheiro de posição Willian, que é o artilheiro do Verdão na temporada, com 17 gols.

Dudu ainda se tornou o maior artilheiro palmeirense em confrontos contra o Vitória em todos os tempos – o jogador palestrino divide este mérito com outro camisa 7 histórico do Alviverde: Paulo Nunes. Ambos somam três gols cada em confrontos contra o time de Salvador.

“Acho que sim. É uma marca que poucos alcançam. Infelizmente o resultado não veio hoje, mas o objetivo é corrigir as falhas e continuar trabalhando para acumular vários e vários feitos com a camisa do Palmeiras, mas sempre pensando primeiramente no coletivo”, declarou Dudu. E encerrou: “Vamos dar o nosso melhor”.

Comentários

comentários