Sem tempo para testes, Corinthians e Palmeiras deixam de lado a base

Clubes vão para clássico de sábado, pelo Estadual, com poucos jogadores oriundos das categorias inferiores.

0
117

Corinthians e Palmeiras se enfrentam neste sábado, pelo Campeonato Paulista, com diversos jogadores como destaques, mas nenhum deles são revelações da base dos clubes. Dos 22 prováveis titulares, somente o zagueiro alviverde Thiago Martins e o lateral corintiano Fagner são oriundos das categorias inferiores das equipes.

A dupla guarda como coincidência ter adquirido o status de titular graças às passagens por outras equipes. Formado no Corinthians há 12 anos, Fagner atuou no futebol holandês e alemão e teve boas atuações pelo Vasco antes de retornar ao clube do Parque São Jorge. Thiago Martins veio para a base do Palmeiras após começar no Mogi-Mirim e se fixou como titular nesta temporada depois de ser emprestado recentemente para Paysandu e Bahia.

Até mesmo as opções mais utilizadas nos bancos de reservas mostram que tanto Roger Machado como Fábio Carille não apostam muito em talentos que saem da base de seus clubes. No caso do Palmeiras, o único garoto que tem tido maiores oportunidades é o lateral Victor Luis. Já no Corinthians, Carille tem dado espaço apenas para Pedro Henrique e Maycon.

O elenco do Palmeiras conta com seis jogadores da base: Daniel Fuzato (goleiro), Thiago Martins (zagueiro), Pedrão (zagueiro), Victor Luís (lateral-esquerdo), Arthur (meia) e o recém-promovido Fernando (atacante).

O Corinthians soma nove atletas oriundos do Parque São Jorge: Caíque França (goleiro), Pedro Henrique (zagueiro), Léo Santos (zagueiro), Yago (zagueiro), Léo Príncipe (lateral-direito), Warian (volante), Mantuan (volante), Maycon (volante) e Pedrinho (meia). O clube ainda tinha o lateral-esquerdo Guilherme Romão e o atacante Carlinhos, mas ambos foram emprestado para o Oeste.

O curioso é que os dois treinadores sempre demonstram atenção especial com a base. Roger Machado, por exemplo, antes mesmo de assumir o comando do time principal, chegou a viajar para o interior do Rio Grande do Sul para acompanhar o Palmeiras na Copa RS, tradicional torneio de jovens. Carille, por sua vez, trabalhou com a base durante alguns anos e sempre foi muito próximos dos meninos. Seu auxiliar técnico é Osmar Loss, que era técnico do time Sub-20.

Comentários

comentários