Palmeiras não consegue furar bloqueio e perde para o São Caetano

Verdão joga com time modificado e não consegue vencer.

0
2501


O Palmeiras entrou em campo contra o São Caetano sem querer muita coisa. Com time bastante modificado e já classificado para a segunda fase do Paulistão, o Verdão sentiu falta de um meia armador e de um meio-campo mais criativo. O resultado demonstrou exatamente o que foi o jogo.

Primeiro tempo
Aos 6 minutos do primeiro tempo, Chiquinho aproveita bobeada de Fabiano e abre o placar. 1 a 0 São Caetano. O lateral palmeirense vacilou e perdeu o tempo de bola.

Aos 25, Fabiano subiu pela direita e tentou passe para Keno, que estava sozinho. Quase o atacante palmeirense saiu na cara do gol.

Aos 28, Keno recebeu lançamento, mas não alcançou a bola e o goleiro interceptou.

Bruno Henrique parece ter sido deslocado para ser meio-campista, mas não conseguiu fazer a função. Com Tchê Tchê e Thiago Santos, o time não criou boas chances de gol. Travado, as chances criadas eram poucas e ‘tortas’.

Aos 30, Thiago Santos acertou a trave após cobrança de escanteio. Por pouco o empate não saiu ainda na primeira etapa.

Segundo tempo
Para melhorar o setor defensivo, Roger Machado tirou Tchê Tchê e colocou Willian Bigode. A ideia era melhorar mais a movimentação ofensiva.

Aos 6 minutos, Juninho erra feio na saída de bola e dá chance para o São Caetano. A bola passa também por Fabiano mas, por sorte, o chute foi desviado.

O Verdão teve sérias dificuldades de sair jogando e seguiu preso na marcação do adversário. Quando conseguiu, levou perigo. Keno foi um dos destaques dessas ‘corridas’.

Roger Machado sacou Bruno Henrique e colocou Moisés aos 14 minutos. Sem entrosamento e sem ritmo de jogo, o meia sofreu um bocado em campo. Ainda assim conseguiu fazer boas jogadas, mas nada que definisse de fato.

O goleiro do São Caetano, Helton Leite, caiu duas vezes no gramado reclamando de dores. A torcida não perdoou. Porém ele foi substituído por Paes, confirmando alguma possibilidade de lesão.

Keno teve belíssima oportunidade aos 23 minutos. Tabelou e saiu na cara do gol, mas tocou para fora.

No intuito de fazer o time mais forte ofensivamente, Machado saca Guerra e coloca o estreante Papagaio.

Willian foi derrubado dentro da área aos 38 minutos, mas o juiz mandou seguir. O lance gerou bastante insatisfação entre os torcedores e jogadores. Foi pênalti!

No fim da partida, Scarpa bateu falta e acertou no pé da trave. E o juiz deu números finais à partida.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 0 X 1 SÃO CAETANO

Local: Estádio Palestra Itália, em São Paulo (SP)
Data: 5 de março de 2018, segunda-feira
Horário: 20h30 horas (de Brasília)
Árbitro: Vinicius Furlan
Assistentes: Herman Brumel Vani e Alberto Poletto Masseira
Público: 22.597 pessoas
Renda: R$ 1.176.356,00

Cartões amarelos: Moisés e Gustavo Scarpa (PALMEIRAS); Esley, Paes e Alex Reinaldo (SÃO CAETANO)

GOL
SÃO CAETANO: Chiquinho, aos sete minutos do primeiro tempo

PALMEIRAS: Fernando Prass; Fabiano, Luan, Juninho e Michel Bastos; Thiago Santos; Keno, Bruno Henrique (Moisés), Tchê Tchê (Willian) e Gustavo Scarpa; Guerra (Papagaio)
Técnico: Roger Machado

SÃO CAETANO: Helton Leite (Paes); Alex Reinaldo, Sandoval, Max e Bruno Recife; Vinícius Kiss, Diego Rosa e Ferreira; Erminio (Esley), Niltinho (Carlão) e Chiquinho
Técnico: Pintado

Comentários

comentários