Palmeiras joga bem, vence por 2 a 0 e afunda o rival

0
5435
O jogador , da SE Palmeiras, disputa bola com o jogador , do CA Linense, durante partida válida pela sétima rodada, do Campeonato Paulista, Série A1, na Arena Allianz Parque.


Depois de quatro jogos sem vitória, o Palmeiras venceu. E venceu bonito. O placar de 2 a 0, com gols marcados por Antônio Carlos e Borja, afundou ainda mais o rival na crise.

Roger Machado acertou em colocar Dudu na direita. O atacante comandou as ações e foi um dos melhores da partida. Na próxima rodada, o Palmeiras encara o Ituano e encerra sua participação na primeira fase do Estadual. Veja como foi a partida:

O jogo
Com Dudu na direita, o Palmeiras começou muito melhor. Tocando mais a bola, o time do técnico Roger Machado assustou mais o goleiro do rival.

Aos 4 minutos, Jean se enrolou na área e quase deu a chance para o Verdão abrir o placar. Mas, cinco minutos depois, o São Paulo não conseguiu evitar o gol alviverde. Lucas Lima cobrou escanteio e Antônio Carlos subiu mais que todo mundo. Mandou a bola no cantinho: 1 a 0.

O Palmeiras manteve a pegada e não deixou o São Paulo jogar. Mais concentrado, o Verdão foi tocando passes e sempre de olho na bola quando estava com o adversário.

Aos 31, Militão errou a saída de bola e Dudu saiu em disparada. O atacante palmeirense cruzou a bola nos pés de Victor Luiz, que emendou um belo voleio. O goleiro espalmou e a bola sobrou limpa para Borja ampliar: 2 a 0.

Aos 43, Jean evitou o terceiro gol do Palmeiras em belíssimo chute de Willian.

Na segunda etapa, o Verdão voltou com a mesma intensidade. Criou chances, trocou passes e, de novo, não permitiu que o São Paulo jogasse com conforto. Sem espaços, o rival foi se espreitando e não fez uma boa etapa.

Moisés, Thiago Santos e Gustavo Scarpa entraram nos lugares de Willian, Felipe Melo e Bruno Henrique. Scarpa entrou bem e auxiliou bastante Lucas Lima nas jogadas. Em boa jogada, quase marcou seu gol.

Aos 34, Dudu foi atingido por Tréllez dentro da área e o juiz não deu pênalti. O lance gerou insatisfação na torcida. Momentos depois, Borja entrou na área e marcou, mas o bandeira anulou. Mais uma vez a torcida reclamou. Borja estava na mesma linha e, portanto, o lance foi muito duvidoso.

Dos 37 em diante, o time de Roger Machado só trocou passes em busca do gol. O São Paulo, combalido e sem chances, tentava alguma reação, mas foi em vão.

O Palmeiras vence mais um clássico na arena e mantém a hegemonia perante o rival em casa.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 2 X 0 SÃO PAULO

Local: Estádio Palestra Itália, em São Paulo (SP)
Data: 8 de março de 2018, quinta-feira
Horário: 20h30 (de Brasília)
Árbitro: Flávio Rodrigues de Souza
Assistentes: Danilo Ricardo Manis e Daniel Paulo Ziolli
Público: 34.916 torcedores
Renda: R$ 2.302.301,06

Carões amarelos: Victor Luis, Marcos Rocha, Felipe Melo, Bruno Henrique e Thiago Martins (Palmeiras); Marcos Guilherme, Hudson, Petros e Shaylon (São Paulo)

GOLS
PALMEIRAS: Antônio Carlos, aos nove, e Miguel Borja, aos 31 minutos do primeiro tempo

PALMEIRAS: Jailson; Marcos Rocha, Thiago Martins, Antônio Carlos e Victor Luis; Felipe Melo (Thiago Santos); Willian (Gustavo Scarpa), Bruno Henrique (Moisés), Lucas Lima e Dudu; Borja
Técnico: Roger Machado

SÃO PAULO: Jean; Éder Militão, Arboleda, Rodrigo Caio e Edimar; Hudson (Shaylon) e Petros; Marcos Guilherme (Nenê), Cueva e Valdívia; Brenner (Tréllez)
Técnico: Dorival Júnior

Comentários

comentários