Antes improváveis, Victor Luis e Antônio Carlos celebram boa atuação em clássico

0
645


A vitória por 2 a 0 no clássico contra o São Paulo realizado na noite desta quinta-feira (08) mostrou um Palmeiras bem entrosado em campo, com todos os jogadores ligados e participativos. Dois elementos da equipe titular de Roger Machado, entretanto, têm um algo a mais para comemorar: o lateral Victor Luis e o zagueiro Antônio Carlos iniciaram a temporada de 2018 com status de reservas e foram grandes destaques do jogo de hoje.

“Foi uma partida muito boa taticamente falando. Seguimos à risca todas as instruções passadas pelo professor Roger, e deu certo. Vamos jogar com todo esse empenho de hoje na fase decisiva do Estadual e também na Libertadores”, declarou Antônio Carlos. E completou: “Muito feliz com o gol”.

Antônio Carlos, aliás, vem se consolidando como o zagueiro-artilheiro do Palmeiras em clássicos. Além de abrir o marcador contra o rival Tricolor, o jogador já havia vazado o Santos nesta edição do Campeonato Paulista – vitória esmeraldina por 2 a 1.

Titular em 11 das 12 partidas do Verdão na temporada 2018 – foi poupado do duelo com o São Caetano, na última segunda-feira (05) –, o zagueiro completou seu 20º jogo com a camisa do Palmeiras nesta quinta-feira (08), contra o São Paulo.

No entanto, essa titularidade veio de forma “inesperada” para o dono da camisa 25. Dois fatores abriram caminho para que se tornasse possível o bom momento vivido pelo zagueiro: um deles foi a saída “prematura” de Yerry Mina (o defensor colombiano foi adquirido pelo Barcelona-ESP em janeiro), e o outro foi a lesão de Edu Dracena – o camisa 3 palmeirense havia encerrado a temporada de 2017 praticamente como o dono da posição.

Já Victor Luis foi reintegrado ao elenco do Verdão no início de 2018, após passar pelo Botafogo-RJ. O lateral-esquerdo voltou para ficar no banco, já que o Alviverde havia contrato recentemente o badalado Diogo Barbosa para ser o titular absoluto da posição. O reforço vindo do Cruzeiro, porém, sofreu uma no lesão em jogo-treino contra o time do Atibaia, ainda durante pré-temporada do time, e agora está em fase final de recuperação.

“O Diogo Barbosa é um grande amigo meu. Sem dúvida que esse momento dele acabou sendo decisivo para que eu passasse a assumir essa condição de titularidade. Independentemente de qualquer coisa, estamos todos torcendo para que ele se recupere 100% o quanto antes”, analisou Victor Luis, dono da camisa 26, que havia feito também uma ótima partida na estreia do Verdão na Conmebol Libertadores – vitória por 3 a 0 contra o Junior Barranquilla-COL fora de casa.

“Além do Diogo, tem o Michel Bastos também, que já vinha acostumado a jogar na posição. O mais importante é dar essa tranquilidade para o treinador. O professor Roger Machado sabe que qualquer um que entrar ali vai dar conta do recado”, encerrou o lateral, que recentemente teve o vínculo renovado com a agremiação alviverde até o final de 2021.

Comentários

comentários