Roger fortalece grupo e vê tática funcionar no Palmeiras

Roger Machado, técnico do Palmeiras, está visivelmente atingindo seus objetivos.

0
1206


O Palmeiras goleou o Ituano por 3 a 0 fora de casa. O time tinha apenas três titulares. O resto eram reservas ou, como dizem os especialistas, jogadores alternativos.

O que Roger fez foi fortalecer o grupo promovendo a estreia de Weverton no gol, a entrada do jovem Fernando e a primeira titularidade de Papagaio. Além disso, o treinador palmeirense percebeu que consegue manter o mesmo nível mesmo sem ter os titulares. O tripé formado por Moisés e Bruno Henrique (Felipe Melo), mais recuados, e Alejandro Guerra, mais adiantado, funcionou. Scarpa fez dois gols e participou ativamente do jogo, trocando eventualmente de lado com Dudu. O Alviverde não teve dificuldades para criar grandes jogadas.

Contra Corinthians e São Caetano, o outro sistema não funcionou. Dois volantes fincados e a falta de criação não permitiram as ações palestrinas.

Com dois volantes e um meia mais solto e criativo, o sistema de Roger fez sentido e tem surtido efeito. Na próxima fase do Estadual, o Palmeiras encara o Novorizontino em duas partidas. A primeira deve ser em Novo Horizonte e a segunda no Allianz Parque, a nossa casa.

“Os números provam que, nesta fase, somos os mais consistentes. Isso tem que ser valorizado, mas o favoritismo não entra em campo,” disse o técnico na coletiva ontem em Itu. Ou seja, o recado foi dado: o Palmeiras não pode entrar no clima de ‘já ganhou’. O adversário se classificou na frente de Santos e São Paulo e mostrou força representando o interior paulista.

Comentários

comentários