Palmeiras: os próximos objetivos

0
2999


O Palmeiras venceu o Boca Juniors em La Bombonera por 2 a 0. Muita gente destacando como a grande vitória do ano, o grande triunfo. De fato foi uma vitória importante e histórica. E como foi, também. O Boca lotou o estádio e se armou achando que abriria o placar logo de cara. Eles sabiam que nosso setor defensivo falhava com certa frequência. Eles viram isso aqui na nossa casa quando levaram um ponto. Mas a entrada de Edu Dracena e a consciência tática da equipe inteira impediram a projeção dos argentinos.

Vencemos. Trouxemos a classificação na bagagem. A vitória dá tranquilidade e paz após período turbulento. Perdemos o Paulistão, Dudu foi crucificado, o caso Scarpa que não se resolve, a briga no Tribunal para impugnação do jogo, ano eleitoral, enfim. Muitos assuntos correndo do lado e que estavam e estão atrapalhando um pouco.

Com a passagem carimbada faltando ainda duas rodadas para o fim, o objetivo agora na Libertadores é terminar bem e sem pressão. Ficar em primeiro do grupo e ter vantagem. Tentar terminar como o melhor.

O Campeonato Brasileiro também segue à todo vapor. Temos o duelo contra a Chapecoense já no próximo domingo e não podemos nem pensar em outro resultado que não seja a vitória. Precisamos vencer para encostar nos líderes. Mesmo sendo a terceira rodada e com toda projeção precoce, não podemos perder pontos em casa. É essa a matemática do Nacional.

Até a Copa do Mundo da Rússia temos doze rodadas. Os trinta dias de paralisação devem servir para Roger Machado reforçar o seu estilo de jogo e recuperar os atletas fisicamente. Traçar os objetivos para o segundo semestre e melhorar o diálogo interno. Talvez a incorporação de um ou dois reforços, sendo um deles zagueiro de origem.

A estreia na Copa do Brasil também bate na porta. Duelo contra o América-MG. Não será fácil. Time bem entrosado e que pode surpreender. Mais uma viagem, mais uma competição. Roger precisa pensar no que será feito. Ele sabe que não pode mandar ‘time alternativo’ por opção da diretoria. Então vai preparar o qualificado elenco para três disputas simultâneas.

É esse o panorama. A torcida sabe e entende o momento, mesmo machucada ainda com a decisão Estadual em casa. Doeu, mas está passando. Agora é hora de foco, apoio e vitórias.

Comentários

comentários