Prass se emociona com atuação e grito da torcida: ‘Não há dinheiro que pague’

0
985


O goleiro Fernando Prass teve uma atuação inesquecível na vitória por 3 a 1 sobre o Junior Barranquilla-COL, nesta quarta-feira (16), no Allianz Parque, pela última rodada da fase de grupos da Conmebol Libertadores. Além de fazer defesas importantes, sendo uma em um pênalti cobrado pela equipe rival, o arqueiro também participou diretamente do segundo gol alviverde, marcado por Borja. Com poucas chances entre os titulares em 2018, o camisa 1 celebrou a ótima apresentação diante dos colombianos.

“O jogador é profissional, remunerado para jogar, mas a gente não está aqui só por dinheiro, está por estes momentos. Quando eu não joguei, uma das coisas que passava pela minha cabeça era se viveria de novo este momento de ter uma grande partida, o nome gritado. Isto para mim é sensacional, não há dinheiro que paguei isso. Aconteceu até antes do que eu esperava e para mim isto é um motivo de realização e felicidade”, declarou o jogador, que vê a sua confiança renovada após o jogo desta quarta.

“A gente que está fora espera uma oportunidade porque muitas vezes as pessoas fazem um julgamento sem conhecimento. Alguns de vocês que estão no dia a dia podem ter uma opinião, mas muitos não veem o meu dia a dia, os meus dados físicos no CT e falam: ‘ah, o Prass está com 40 anos, velho e não aguenta mais’. Mas é no jogo que você mostra mesmo, ainda mais para quem não vem jogando, um jogo como o de hoje é fundamental para mostrar um pouco do trabalho no dia a dia. Para mim, que não estou jogando muito este ano, uma atuação boa resgata a confiança porque, por mais experiente que você seja, o nível de confiança cai um pouco”, disse.

Prass também comentou sobre a sua intensa comemoração após defender a penalidade máxima do Junior Barranquilla-COL. “Vou confidenciar o que passou na cabeça no primeiro tempo. Este time era praticamente o mesmo que jogou contra o Alianza Lima e teve uma atuação espetacular. Vendo no primeiro tempo eu pensei: ‘Não é possível, na minha vez’. Quando peguei o pênalti, eu agradeci porque você começa a achar que a culpa é sua. Foi mais agradecer, e também quando o juiz apitou o fim do jogo deu para descarregar o estresse mesmo”, revelou o palmeirense.

Apesar de figurar entre os reservas nesta temporada, Prass negou que tenha cogitado a aposentadoria do futebol. “Vivi do 8 ao 80 aqui, do céu ao inferno e acho que pela história e identificação que eu tenho que não é por estar na reserva há quatro meses que pensarei em sair ou me aposentar. Falam muito do Federer (tenista), que a idade é apenas um número. E realmente é. Não cheguei aos 40 jogando por ter genética privilegiada. Eu me preparo, abri mão de muita coisa para chegar neste nível. Nunca passou pela minha cabeça sair ou não por este momento”, finalizou.

O duelo com o Junior Barranquilla-COL foi o terceiro de Fernando Prass em 2018. Desde a sua chegada ao Palmeiras em dezembro de 2012, o camisa 1 acumula 260 partidas e dois títulos (Copa do Brasil 2015 e Campeonato Brasileiro 2016) com a camisa do Verdão.

Mais jogos: top 50 da história do Palmeiras

Hoje com 260 partidas pelo Verdão, Fernando Prass é o 45º jogador isolado da lista dos atletas que mais atuaram pelo Verdão em todos os tempos. Está a um jogo de subir neste ranking, igualando o zagueiro Vágner Bacharel na 44ª colocação. O jogador que lidera o quesito é Ademir da Guia, com 902 atuações pelo clube.

Goleiros: top 10 com mais partidas

Quando o assunto se restringe apenas aos goleiros palmeirenses que mais atuaram, Prass fica na 8ª colocação com seus 260 jogos, atrás apenas de Gilmar (289), Sérgio (333), Oberdan (353), Velloso (456), Valdir de Morais (480), Marcos (532) e Leão (620).

Vice-líder em partidas no Século XXI

O gaúcho de 39 anos também ocupa uma colocação relevante dentre jogadores que mais atuaram no Século XXI. Neste quesito, Prass fica atrás apenas de São Marcos, com 391 partidas considerando jogos a partir de 2001.

Segundo goleiro que mais jogou Libertadores

A partida desta quarta-feira fez com que Prass aumentasse uma marca que já pertencia a si mesmo: de ser o segundo goleiro do Verdão com mais jogou no Continental, agora com 20 partidas, atrás apenas do ex-goleiro Marcos, com 57. Na temporada passada, em 2017, a segunda colocação da lista pertencia a Emerson Leão; no entanto, com as partidas que o atual camisa 1 realizou na edição anterior da Libertadores, assumiu o posto de segundo goleiro com mais jogos na Libertadores em toda a história.

Fernando Prass no Brasileirão

Além de tudo isso, Fernando Prass ocupa ainda a 4ª colocação no ranking de jogadores com mais partidas no Campeonato Brasileiro: foram exatos 100 duelos disputados no Nacional. Apenas Wendel (108), Valdivia (121) e Marcos (169) estão à frente do goleiro nesta lista.

Pênaltis defendidos por Fernando Prass

O goleiro palmeirense engordou sua lista de milagres operados em penalidades máximas. Com a defesa do pênalti de Barrera, do Junior Barranquilla-COL, nesta quarta-feira (16), o camisa 1 foi a 13 pênaltis defendidos desde que estreou no Verdão em 2013.

Confira a lista completa dos pênaltis defendidos por Fernando Prass no Palmeiras

>> 1º pênalti defendido por Fernando Prass – 30/07/2013 – Brasileirão Série B – Palmeiras 4 x 0 Icasa (cobrança de Radamés)

>> 2º e 3º pênaltis defendidos por Fernando Prass – 19/04/2015 – Campeonato Paulista – Corinthians (5) 2 x 2 (6) Palmeiras (cobranças de Elias e de Petros)

>> 4º pênalti defendido por Fernando Prass – 09/08/2015 – Campeonato Brasileiro – Cruzeiro 2 x 1 Palmeiras (cobrança de Marinho)

>> 5º pênalti defendido por Fernando Prass – 28/10/2015 – Copa do Brasil – Palmeiras (4) 2 x 1 (1) Fluminense (cobrança de Gustavo Scarpa)

>> 6º pênalti defendido por Fernando Prass – 02/12/2015 – Copa do Brasil – Palmeiras (4) 2 x 1 (3) Santos (cobrança de Gustavo Henrique)

>> 7º e 8º pênaltis defendidos por Fernando Prass – 23/01/2016 – Copa Antel – Nacional-URU 0 (4) x (3) 0 Palmeiras (cobranças de Seba Fernandez e Ramirez)

>> 9º pênalti defendido por Fernando Prass – 03/03/2016 – Copa Libertadores – Palmeiras 2 x 0 Rosario Central-ARG (cobrança de Marco Ruben)

>> 10º pênalti defendido por Fernando Prass – 03/04/2016 – Campeonato Paulista – Palmeiras 1 x 0 Corinthians (cobrança de Lucca)

>> 11º pênalti defendido por Fernando Prass – 24/04/2016 – Campeonato Paulista – Santos 2 x 2 Palmeiras (cobrança de Lucas Lima)

>> 12º pênalti defendido por Fernando Prass – 09/09/2017 – Campeonato Brasileiro – Atlético-MG 1 x 1 Palmeiras (cobrança de Fred)

>> 13º pênalti defendido por Fernando Prass – 16/05/2018 – Copa Libertadores – Palmeiras 3 x 1 Junior Barranquilla (cobrança de Barrera)

CONFIRA A ENTREVISTA COLETIVA PELAS LENTES DA TV PALMEIRAS/FAM:

Comentários

comentários