O jogador Willian, da SE Palmeiras, comemora seu gol contra a equipe do EC Bahia, durante partida válida pela sexta rodada, do Campeonato Brasileiro, Série A, na Arena Allianz Parque.


Gols de Willian, Antônio Carlos e Miguel Borja deram números à vitória palmeirense. Colombiano fez sua última exibição antes da parada da Copa do Mundo.

Primeiro tempo

O Palmeiras começou o jogo em cima. Logo aos 3 minutos, Willian marcou após bela escapada de Miguel Borja.

Aos 5, zaga do Verdão dá bobeada e o Bahia quase empata. A bola desviada foi por cima do gol de Jaílson.

Aos 9, o Bahia acertou bola na trave com Lucas Fonseca. Diogo Barbosa tentou cortar mas não
conseguiu.

Aos 14, Zé Rafael consegue espaço, invade a área e chuta no canto. Jaílson vai buscar.

O Palmeiras levou perigo em alguns lances isolados pela lateral. Borja e Keno estavam ligados. O volante Felipe Melo estava um pouco mais avançado e errou alguns passes no meio campo. Roger Machado estava na beira do gramado orientando e ficou na bronca com o palmeirense.

Aos 23, Willian aproveitou bola dentro da área e chutou forte. Boa defesa do goleiro.

Aos 28, Edu Dracena recupera bola e toca para Keno em profundidade. A bola foi forte demais. Seria uma grande chance.

Aos 33, o segundo gol do Palmeiras. Marcos Rocha bate escanteio curto para Lucas Lima. O meia devolve e entra na área. O zagueiro Antônio Carlos penetrou sem marcação e marcou sem dificuldade.

Aos 41, Lucas Lima viu Borja. O colombiano disparou sozinho e tocou por baixo do goleiro, marcando o terceiro do Palmeiras. O Bahia, combalido, não conseguiu fazer muita coisa na primeira etapa.

Segundo tempo

Roger Machado optou por não fazer alterações no time. A pegada do começo da partida continuou no segundo tempo. Diogo Barbosa tinha espaço pela esquerda e explorava, criando perigo contra o Bahia.
Douglas, goleiro do adversário, sentiu lesão e deixou o gramado. Anderson assumiu a meta. O novo guarda-meta não praticou nenhuma defesa complicada até os 20 minutos.

Aos 26, Miguel Borja deixou o campo ovacionado pela torcida. Hyoran entrou no lugar do colombiano. O palmeirense viajará amanhã para a Colômbia e não defenderá mais o Palmeiras antes da parada da Copa do Mundo 2018.

Aos 28, Hyoran viu Keno sem marcação e tocou. O atacante foi acompanhado por Willian. Keno tocou para o camisa 29 que, sem goleiro, acertou o travessão. Lance incrível no Allianz Parque.

Aos 33, Felipe Melo, cansado, deixou o gramado para a entrada de Thiago Santos. Outro palmeirense que foi ovacionado pela torcida alviverde na saída.

Para fechar o ciclo de substituições do jogo, Keno saiu e Guerra entrou. Machado quis dar espaço e testar algumas situações novas já que o placar estava praticamente definido.

Aos 38, Jaílson fez grande defesa. Em escanteio, o Bahia acertou a trave, mas o goleiro palmeirense estava atento.

No fim da partida, Willian ainda teve a grande chance de fechar o placar com quatro tentos, mas parou nas mãos de Anderson.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 3 x 0 BAHIA

Local: Allianz Parque, em São Paulo (SP)
Data: 19 de maio de 2018, sábado
Horário: 21h00 (horário de Brasília)
Árbitro: Rafael Traci (PR)
Assistentes: Ivan Carlos Bohn (PR) e Rafael Trombeta (PR)
Público: 26.351 pessoas
Renda: 1.517.906,22

Cartões amarelos: Lucas Lima, Antônio Carlos e Borja (PALMEIRAS); Lucas Fonseca, Gregore e Júnior Brumado(BAHIA)

GOLS
PALMEIRAS: Willian, aos dois, Antônio Carlos, aos 32, e Borja aos 41 minutos do primeiro tempo

PALMEIRAS: Jailson; Marcos Rocha, Antônio Carlos, Edu Dracena e Diogo Barbosa; Felipe Melo (Thiago Santos), Bruno Henrique e Lucas Lima; Willian, Keno e Borja (Hyoran)
Técnico: Roger Machado

BAHIA: Douglas Friedrich (Anderson); Nino Paraíba, Everson, Lucas Fonseca e Léo; Gregore, Edson, Zé Rafael, Vinícius (Flávio) e Elber; Júnior Brumado
Técnico: Guto Ferreira

Comentários

comentários