O atacante Dudu esteve muito perto de deixar o Palmeiras. Com duas propostas chinesas em menos de uma semana, o jogador ficou pensativo quanto aos valores e a carreira.

Por lá, a possibilidade salarial beirava os R$ 2 milhões. Os bônus por produtividade também eram muito atrativos. Para o Palmeiras, no entanto, os R$ 52 milhões oferecidos não fizeram brilhar os olhos. Esperava-se mais. Pelo menos R$ 65 milhões fariam sentido. Avisados, os chineses iriam melhorar e maximizar a proposta, mas o Palmeiras resolveu negar de vez.

Alexandre Mattos já tinha ido à Europa conversar com alguns clubes e vetou algumas sondagens. Na China não foi diferente. O executivo vetou conversas após a venda de Keno para o futebol egípcio. Sabia que poderia vim mais e que o time poderia ser desmontado.

Uma conversa com Dudu aconteceu no hotel na Costa Rica. O jogador manteve o entusiasmo em permanecer por aqui e garantiu que quer ser campeão de novo. Uma proposta no final do ano, no entanto, pode ser inevitável negar.

Comentários

comentários