O Palmeiras recebeu proposta pela segunda vez pelo atacante Dudu. Em janeiro, os chineses no Shandong Luneng também haviam procurado o Alviverde com valores debaixo do braço.

Na nova investida, o valor subiu para R$ 52 milhões. As cifras, no entanto, não encantaram o Palmeiras. Mas os salários oferecidos encantou o jogador: R$ 2 milhões mensais.

A patrocinadora do clube alviverde entende que Dudu é importante para a marca. Ele é um embaixador desse novo Palmeiras, dessa nova fase do clube. Ainda assim pode sair e encarar novo desafio no mercado chinês.

Se confirmar a venda, o clube não deve repor. O dinheiro deve ser usado para equalização das dívidas e pagamento de parte do contrato com a parceira.

Nas redes sociais, o torcedor alimenta receio do futuro. Com a saída de Keno e a lesão de Borja, o técnico Roger Machado terá que apostar mais em Deyverson, bastante criticado. Artur também é opção.

Comentários

comentários