O Palmeiras quer ganhar mais dinheiro no mercado da bola. O atacante Roger Guedes, emprestado ao Atlético Mineiro até dezembro, tem interesse do Porto, de Portugal. A primeira proposta não agradou: 8 milhões de euros (R$ 36 milhões).

Paulo Pitombeira, empresário de Guedes, recebeu a informação de que esse é o maior valor que o time português pode chegar. No entanto, para liberar o atacante, o Palmeiras quer R$ 55 milhões.

O pedido é justificável. O Atlético Mineiro receberá 10% do montante por conta da taxa de vitrine. O Palmeiras tem 25% e esse valor do Galo seria retirado da parcela alviverde. Os outros 75% são do Criciúma, time de Santa Catarina e que revelou o atleta.

Por conta da imposição alviverde, o negócio paralisou temporariamente.

Comentários

comentários