O Palmeiras saiu da posição de comprador para vendedor neste primeiro semestre. Depois de passar dois anos adquirindo diversos atletas, o Verdão vendeu seis jogadores neste semestre e acumulou quase R$ 110 milhões.

O atacante Keno foi o mais caro. Vendido ao futebol egípcio, o Verdão recebeu R$ 37,8 milhões. Fernando, jovem revelação, foi vendido por R$ 21,6 milhões e ficou na segunda posição. Nesta quinta, o atacante Roger Guedes foi confirmado no Shandong Luneng e vai render R$ 16,9 milhões aos cofres alviverdes.

Apesar das cifras altas, a diretoria não vai contratar reforços de peso e esbanjar com novos atletas. O objetivo é equalizar as dívidas e deixar o dinheiro do contrato com a patrocinadora disponível. Ou seja, para poder quitar ‘à qualquer hora’ a dívida, o Palmeiras precisa ter R$ 120 milhões em caixa.

Veja o ranking das vendas:
Keno: R$ 37,8 mi
Fernando: R$ 21,6 mi
Tchê Tchê: R$ 21 mi
Róger Guedes: R$ 16,9 mi
João Pedro: R$ 9 mi
Daniel Fuzato: R$ 2,2 mi

Total: R$ 108,5 milhões.

Comentários

comentários