Campeão Paulista 1933

O primeiro Campeão Profissional da História

Zaga do Palestra afasta perigo na área.

Em sua primeira edição profissional, o Campeonato Paulista foi disputado simultaneamente com o até então inédito Torneio Rio-São Paulo em razão de indisponibilidade de datas. Sem maiores tormentos, o Palestra Itália conquistou os títulos das duas competições no mesmo dia, ao derrubar o São Paulo da Floresta (não o atual São Paulo Futebol Clube) por 1 a 0, gol assinalado por Avelino a poucos instantes do final da partida. Dessa forma, a equipe se sagrou bicampeã paulista pela segunda vez em sua história.

O ano de 1933, no entanto, não ficou gravado na memória do torcedor palestrino tão-somente pela glória estadual de sua esquadra, mas também por outros três eventos especialíssimos, a saber: a inauguração do Estádio Palestra Itália, em sua primeira etapa, a implacável goleada de 8 a 0 imposta ao inimigo mortal Corinthians – a maior registrada na história do confronto direto entre ambos – e, por último, as humilhações épicas sofridas pelo mesmo Corinthians. Além de apanhar do Palestra, o alvinegro chegou a ser pulverizado pelo São Paulo da Floresta (6 a 1) e pelo Santos (6 a 0).

 

Regulamento

APEA: Todos contra todos com pontos corridos.

 

Jogos

1º Turno
5 x 1 Corinthians
3 x 2 São Paulo da Floresta
3 x 1 Santos
5 x 1 Sírio
1 x 3 Portuguesa
2 x 0 São Bento
2 x 1 Ypiranga

2º Turno
3 x 0 São Bento
8 x 0 Corinthians
1 x 0 São Paulo da Floresta
1 x 1 Portuguesa
4 x 3 Santos
5 x 0 Sírio
5 x 0 Ypiranga

 

Campanha

Pontos: 25 | Jogos: 14 | Vitórias: 12 | Empates: 01 | Derrotas: 01 | Gols Pró: 48 | Gols Contra: 13 | Saldo: 35

 

Jogo do título

Palestra Itália 1 x 0 São Paulo da Floresta

Local: Parque Antártica
Data: 12/11/33
Árbitro: Alzemiro Ballio
Público: 30 mil pessoas

Palestra Itália: Nascimento; Carnera e Junqueira; Tunga, Dula e Tuffy; Avelino, Gabardo, Romeu, Lara e Imparato. Técnico: Cabelli.

São Paulo da Floresta: José; Sílvio e Iracino; Rafa, Zarzur e Orozimbo; Luizinho, Armandinho (Friedenreich), Valdemar de Brito, Araken e Hércules.

Gol: Avelino, aos 34 min do segundo tempo.

Time Campeão de 1933.