Campeão Paulista 1936

Em melhor de três partidas, Palestra supera seu pior inimigo

Determinado a apagar da lembrança o sofrível rendimento no ano anterior, o Palestra Itália lançou mão de grandes contratações para desempenhar melhor papel no estadual de 1936. Chegaram, então, Goliardo (da Itália), Luizinho (do São Paulo) e Del Nero (revelação do interior paulista) para reforçar o elenco.

Sentindo o efeito da falta de entrosamento das novas peças, o Palestra pouco pôde fazer para impedir a conquista corintiana do primeiro turno. Revés que o obrigou a superar limites com o escopo de vencer o returno e, dessa forma, garantir passaporte para a grande final. O esforço não foi em vão, e o grupo alcançou sua meta, devidamente auxiliado por uma série de seis derrotas surpreendentes do rival da marginal.

Segundo turno findo, por força do regulamento foram colocados frente a frente para decidir o torneio Corinthians e Palestra, campeões da primeira e segunda fases, respectivamente. Embalado e melhor preparado psicologicamente, o escrete palestrino venceu o primeiro combate por 1 a 0 graças a gol de Frederico – que provocou sérias reclamações do adversário. O segundo jogo, tenso ao extremo, terminou empatado sem abertura de placar. No prélio final, vitória por 2 a 1 assegurou ao Palestra o justíssimo título. E dos mais saborosos, por ter sido conquistado contra seu maior inimigo.

 

Regulamento

LPF: Campeão do 1º turno X Campeão 2º turno em três finais.

 

Jogos

1º Turno

1 x 2 Corinthians
0 X 1 Portuguesa Santista
4 X 1 Hespanha
4 X 0 Luzitano
4 X 0 S.P.R.
6 X 1 C.A. Paulista
2 X 1 Santos
4 X 1 Juventus
5 X 1 Estudantes
3 X 0 São Paulo

2º Turno

1 X 1 Juventus
9 X 2 C.A. Paulista
1 X 1 Corinthians
2 X 1 S.P.R.
0 X 0 São Paulo
5 X 0 Luzitano
5 X 2 Hespanha
5 X 0 Estudantes
4 X 0 Santos
4 X 1 Portuguesa Santista

Finais

1 X 0 Corinthians
0 X 0 Corinthians
2 X 1 Corinthians

 

Campanha

Pontos: 17 | Jogos: 10 | Vitórias: 07 | Empates: 03 | Derrotas: 00 | Gols Pró: 35 | Gols Contra: 06 | Saldo: 29

 

Jogo do título

Palestra Itália 2 x 1 Corinthians

Local: Parque Antárctica
Data: 09/05/36
Árbitro: Antônio Sotero de Mendonça
Palestra Itália: Jurandir; Carnera e Begliomini; Tunga, Dula e Del Nero; Frederico, Luizinho, Niginho, Moacir e Imparatto.
Corinthians: José; Jaú e Jango; Brito, Brandão e Munhoz; Filó, Lopes, Teleco, Rato e Carlinhos.
Gols: Luizinho e Moacir (Palestra Itália); Filó (Corinthians).