Estádio Palestra Itália

O Verdão mora no Jardim Suspenso

O estádio Palestra Itália é a casa da Sociedade Esportiva Palmeiras. Localizado na Zona Oeste da cidade de São Paulo, possui capacidade para receber 32 mil pessoas. Um vão de aproximadamente quatro metros separa a torcida do gramado. Também chamado de Parque Antártica, o estádio do Palmeiras é dessa maneira um dos mais seguros do País, já que invadir o campo de forma generalizada é praticamente impossível. A beleza e as características incomuns do estádio renderam-lhe o epíteto “Jardim Suspenso”.
História do Estádio Palestra Itália

Já Campeão, o Palestra ainda treinava e jogava com o saco de material nas costas. Precisava de um campo, de uma casa sua para os sócios e os jogadores. Depois de muito pensar, alguém lembrou do terreno pertencente à Cia. Antarctica Paulista, que estava alugado ao América F.C, então presidido pelo antigo zagueiro Belfort, um exemplo de esportista e cavalheiro. Consultada a Antarctica, esta concordou em vender a área por 500 contos de réis, desde que o América acedesse de romper o contrato do aluguel. Vasco Stella Farinello, diretor palestrino, foi o encarregado de procurar o presidente Belfort, que residia em Itatiaia, quase na divisa do Rio de Janeiro. Depois de dez horas de trem e quase tantas outras de cavalo alugado, chega à casa de Belfort e exausto volta a São Paulo com a concordância do esportista. O Palestra compra o Parque Antarctica por 250 contos de réis à vista e duas promissórias de 125 à serem pagas em duas prestações anuais.

Ao final do primeiro ano não havia dinheiro em caixa para saldar a dívida e o jeito foi vender uma parte do parque para as Indústrias Reunidas Matarazzo e pagar a conta inteira de uma só vez. Com tal resolução, o parque atual acabou custando aos cofres do clube 150 contos de réis.

O segundo título paulista, o Palestra levantaria em 1926, repetindo o feito em 1927, para ser tri-campeão em 1932/1933/1934. Em 36, é novamente campeão, em 1940 também, até chegar o ano em que mudaria os rumos e o nome do clube, em 1942.

A Companhia Antarctica

No final do século XIX a Companhia Antarctica Paulista criou o Parque da Antarctica, um espaço de lazer de 300 mil metros quadrados para seus funcionários, próximo a fábrica, contendo uma vasta área verde (com um pequeno lago, coreto e bosques), parque infantil, restaurantes, choperia e áreas para a prática esportiva (incluindo pistas de atletismo, quadra de tênis e um dos primeiros campos de futebol da cidade). Com a chegada e expansão do futebol, esse espaço passou a ser cada vez mais requisitado e a empresa aproveitou a oportunidade ao alugar o campo de futebol para pequenos clubes da cidade no início do século XX.

Além de se tornar um dos principais campos para a prática do futebol, o parque era referência para uma série de eventos ao ar livre, como exibições de boxe e até corrida de automóveis. Em julho de 1908 sediou a primeira corrida automobilística disputada na América do Sul, o “Circuito de Itapecerica”, que terminou com vitória do paulista Sílvio Penteado.

Em 3 de maio de 1902, o Mackenzie College venceu por 2 a 1 o Germânia (atual Esporte Clube Pinheiros) no Parque da Antarctica, dando início o primeiro campeonato oficial de futebol do Brasil, o Campeonato Paulista.
Palestra Itália
 
 No início, o Germânia (clube de origem alemã) era o mandante do estádio. Entretanto, com o início da Primeira Guerra Mundial,o Germânia diminuiu suas atividades sociais, e repassou seu contrato de locação ao América F.C., um clube paulistano (extinto) de pequena expressão. Com dificuldades financeiras, o América passou a sublocar alguns horários para outras equipes.

Foi assim que em 1917 o Palestra Itália passou mandar seus jogos no Parque da Antarctica. O contrato previa que o América utilizaria o campo nas terças, quintas, sábados, domingos e feriados na parte da manhã, enquanto o Palestra Itália utilizaria nos mesmos no período da tarde, tanto para treinos como para as partidas oficiais.
Em 1920, o Palestra Itália (com o apoio da Cia Matarazzo) efetuou a compra do campo de futebol e de grande parte do terreno do Parque da Antarctica, pelo valor total de 500 contos de réis (algo em torno de R$600.000,00), sendo 250 contos à vista, e outras duas parcelas anuais de 125 contos cada, além de um contráto perpétuo de venda dos produtos da Companhia Antarctica nas dependências do estádio.

Em cerca de 13 anos o clube investiu em grandes reformas – incluindo a reforma da arquibancada geral, ainda de madeira, e a construção de uma imponente tribuna social, reservada aos associados do clube – constrói grandes arquibancadas em concreto armado e em 13 de Agosto de 1933, na partida Palestra Itália 6 x 0 Bangu (tendo Gabardo assinalado o primeiro gol), pelo Torneio Rio-São Paulo, inaugura o “Stadium Palestra Itália”: maior e mais moderno estádio de futebol do país (na época), com capacidade para 30 mil torcedores. Neste mesmo período, a sede social do clube foi transferida do centro da cidade para o entorno do estádio.

No dia 18 de Agosto de 1976, o Palmeiras conquistou seu 18º título Campeonato Paulista ao vencer o XV de Piracicaba por 1 a 0 na partida final, atingindo um público recorde de cerca de 40 mil pessoas (35.913 pagantes).

Estádio Palestra Itália recebendo torcedores em 1921

Localização e vias de acesso
 
O Estádio Palestra Itália é considerado como um dos estádios mais acessíveis da capital paulista (assim como o Pacaembú). Localizado na rua Turiaçu, 1840, no bairro Água Branca (limite entre os bairros da Barra Funda e de Perdizes), no chamado “centro expandido” da cidade de São Paulo, fica às margens das linhas A e B da CPTM) (antigas Estrada de Ferro Sorocabana e Estrada de Ferro Santos Jundiaí, respectivamente) e próximo às estações “Palmeiras-Barra Funda” do Metrô e das estações Barra Funda e Água Branca da CPTM.
A avenida Francisco Matarazzo, onde se situam os portões principais do estádio, é servida pelo corredor de ônibus “São João-Lapa-Pirituba” da SPTrans, o que facilita ainda mais o acesso ao estádio a partir do centro da cidade, que pode ser feito em 15 minutos a partir da praça Ramos de Azevedo, mesmo em horários de maior movimento.

Ampliações e reformas

No final da década de 50 foi iniciada uma grande reforma, em que a arquibancada foi reconstruída e passou a ter mais do que o dobro da capacidade anterior, e além disso o campo foi suspenso e foram construídos vestiários no subsolo. A reinauguração aconteceu no dia 7 de setembro de 1964, com a realização da partida entre Palmeiras e Guaratinguetá, pelo Campeonato Paulista, quando 31.900 pagantes presenciaram a vitória do time da casa por 2 a 0.

Placar eletrônico

1970 – inaugurado o primeiro placar eletrônico do estádio, em parceria com a Citizen. Tratava-se à época, de um sistema muito moderno, que permitia a sua utilização tanto em jogos diurnos, como em jogos noturnos.

1988 – instalação do placar eletrônico que existe até hoje.

Reformas recentes

:: Em 1998 foi construído um novo anel ligando as arquibancadas com as numeradas descobertas, fechando assim, uma curva do estádio dando-o forma de “ferradura”.
A partir de 1999 foram realizadas as seguintes obras:
:: Nova fachada;
::Novas torres de iluminação (em parceira com a Eletropaulo) com gerador para emergências;
:: Pintura e numeração das arquibancadas;
:: Reestruturação na parte destinada à torcida visitante, com novas rampas de acesso na rua Padre Antonio Tomás, reformas nos bares e nas arquibancadas;
:: Recuperação total nos camarotes, com a colocação de novas cadeiras, novos sanitários e a instalação de TV a cabo;
:: Reforma e pintura das cabines de rádio e televisão
:: Reforma e pintura dos banheiros
:: Construção de um camarote especial para o patrocinador, também com TV a cabo;
:: Instalação de catracas eletrônicas para a entrada do público nos jogos;
:: Instalação de um novo conjunto de pára-raios;
:: Novos restaurantes, lanchonetes e camarotes VIP.
:: Criação do setor VISA, para 5 mil espectadores.
Recente: Pavimentação do chão em volta do Jardim Suspenso, criando uma pista de cooper e exercícios para os associados do clube.

Arena multi-uso
Em 30 de agosto de 2008 o Conselho Deliberativo do Palmeiras aprovou um projeto de reformas no clube, com início das obras no segundo semestre de 2008 e término previsto para 2012.

Realizado em parceria com a parceria da empresa WTorre (que administrará o estádio por 30 anos), o projeto custará cerca de R$ 300 milhões e prevê:

:: ampliação da capacidade do estádio para 45 mil pessoas para eventos de futebol. Em eventos FIFA a capacidade será de 42 mil pessoas (40.000 expectadores e 2.000 jornalistas) e em outros eventos (shows e concertos) poderá receber até 60 mil pessoas sendo:
:: 40 mil cadeiras;
:: 200 camarotes (2000 lugares);
:: Estacionamento com 1400 vagas cobertas.
:: construção de um edifício poliesportivo com três pavimentos incluindo:
campos de Futebol Society (com pista para caminhada);
:: 6 quadras poliesportivas;
:: 6 quadras de tênis;
:: Construção de um edifício administrativo, com seis pavimentos.
Além de objetivos como conforto e segurança, a reforma possibilitará que o Palestra Itália seja um dos estádios utilizados na Copa do Mundo de 2014, no ano do centenário do clube. A diretoria (e boa parte dos torcedores) sonha em sediar os jogos da seleção italiana.
Saiba todas as notícias da Arena Palestra Itália

Eventos

Além de partidas de futebol, o Estádio Palestra Itália costuma receber importantes eventos musicais, graças à sua estratégica localização. Alguns dos shows mais recentes são:
:: 5 de abril de 2008: show do roqueiro britânico Ozzy Osbourne;
:: 4 de abril de 2008: show do roqueiro britânico Rod Stewart;
:: 2 de março de 2008: apresentação da banda britânica de heavy metal Iron Maiden;
:: 21 de abril de 2007: show da banda estadunidense de rock Evanescence;
:: 6 de dezembro de 1997: festival comemorativo de aniversário de 12 anos da rádio 89 FM, com shows da banda britânica de hard rock Whitesnake, da banda estadunidense de thrash metal Megadeth, da banda estadunidense de heavy metal progressivo Queensrÿche e da banda brasileira de rock Charlie Brown Jr;
:: 1º de maio e 2 de maio de 1993: shows da banda estadunidense de thrash metal Metallica;
:: 1º de agosto de 1992: apresentação da banda britânica de heavy metal Iron Maiden.
 
Ficha técnica do Estádio:

Nome: Estádio Palestra Itália
Apelido: Parque Antárctica
Local: São Paulo, SP, Brasil
Construção Campo: 1902
Estádio: 1933
Inauguração: 3 de maio de 1902
Remodelado: década de 50 e 2008
Expandido: década de 90
Proprietário: Palmeiras
Gramado: Grama natural (110m x 75m)
Custo da aquisição: 500 contos de réis
Antigos nomes: Campo do Parque da Antarctica Paulista
Capacidade: 32.000
Público recorde: 40.283 (18 de agosto de 1976) – Palmeiras 1 x 0 XV de Piracicaba
Primeira Partida: Mackenzie 2 X 1 Germânia

 

O recibo de compra do Palestra Itália

 

 

Símbolo de grama

 

 

A súmula da primeira partida no Palestra Itália