Palmeiras avança para fechar com Gustavo Scarpa

Com o meia livre no mercado, Verdão tenta novamente a sua contratação e pessoas ligadas ao negócio mostram-se confiantes. O São Paulo é o outro interessado no jogador.

0
110


O Palmeiras voltou a negociar com Gustavo Scarpa e desta vez deve ter um final feliz na novela que perdura desde o ano passado. Sonho antigo do clube, o jogador está livre, pois rescindiu na Justiça com o Fluminense, e a equipe carioca considera difícil reverter a decisão. O São Paulo é o outro interessado no meia, mas nas últimas horas o Verdão ganhou força de novo e está perto de fechar o negócio.

O L! ouviu diferentes pessoas envolvidas na negociação e, embora cresça a expectativa de que Scarpa, enfim, apresente-se na Academia de Futebol, dentro do clube o caso é tratado com cautela, por conta da intensa concorrência. Em dezembro, o Palmeiras chegou a aproximar-se de um acordo, mas não conseguiu finalizar uma troca de jogadores com o Fluminense – Guerra foi um pedido dos cariocas, vetado pelo Verdão; depois, não foi possível fechar o negócio com Róger Guedes, que já acertou com o Atlético-MG.

Scarpa, neste momento, não tem contrato com nenhuma equipe. A CBF publicou sexta, no Boletim Informativo Diário (BID), a rescisão do vínculo do jogador com o Flu. Ele cobra na Justiça valores atrasados de salários, direito de imagem, férias, além de 13º dos anos de 2016 e 2017. Além disso, pede o pagamento de seus vencimentos até o fim do vínculo, em setembro de 2020. Ao todo, a ação é de R$ 9,383 milhões.

O time carioca tenta derrubar a liminar que deixou o meia livre. Mas, conforme o L! apurou, há pouca esperança nas Laranjeiras de que isto aconteça. Esta vitória do atleta na Justiça acabou atrapalhando o São Paulo, que negociava com o Fluminense por Gustavo Scarpa.

No último Brasileiro, o camisa 10 tricolor fez três gols e deu 12 assistências – foi o líder deste ranking em toda a competição. Ele não se reapresentou para a pré-temporada no Flu e aguarda o fim das negociações para se incorporar ao novo clube em 2018.

Comentários

comentários