Valdívia marca o primeiro e comemora no Pacaembu.

Chileno ganha confiança, mas não total credibilidade no Verdão.

O técnico Gilson Kleina comemorou o fato de Valdívia não se machucar tanto. O chileno completou um ano sem contusões, fato bastante comemorado por diretoria e comissão técnica. O atleta é considerado um dos melhores jogadores do clube, e também um dos maiores investimentos feitos.

“O Valdivia é um jogador muito importante para nós e quero ele sempre bem para servir o Palmeiras. Prefiro ter ele 90 minutos bem e não ter duas ou três vezes na semana. Eu sempre falei com ele: quero que você queira sempre jogar e tenha sempre esse desempenho de genialidade. Se está há um ano jogando, estamos no caminho certo”, disse o treinador.

Valdívia sabe que precisa continuar mostrando serviço para estar na Copa do Mundo, em julho, no Brasil. No próximo dia 05, o chileno disputará amistoso diante da Alemanha, em Sttutgart, defendendo as cores do Chile.

“Você tem um jogador que está muito motivado para jogar e uma comissão técnica que mostra muito profissionalismo. Ele está tendo um comportamento como os outros componentes do grupo. Existem regras a serem cumpridas, não existe privilégio, e ele está no nível dos outros jogadores. Temos um grupo muito comprometido e ele não se destoa”, enfatizou o presidente do clube, Paulo Nobre. Nobre é um ferrenho fã de Valdívia, antes mesmo de assumir a presidência.