Palmeiras roda braçadeira de capitão e divide responsabilidade em campo

Dudu deixa de ser o capitão fixo; veja como Roger deve escolher os substitutos

O Palmeiras iniciou na semana passada um rodízio de capitães. E no último sábado, foi a vez de Felipe Melo ser o dono da braçadeira na vitória alviverde por 3 a 0 contra o Bahia, em partida válida pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro.

Líder do elenco e um dos ídolos da torcida, o volante destacou seu papel no grupo e afirmou que se sentiu honrado com a decisão da comissão técnica.

– A liderança é exercida no dia a dia, no trabalho e nos treinamentos. Óbvio que para mim é uma honra muito grande começar um jogo como capitão. Me sinto honrado e feliz. Foi um dia muito alegre para nós pela vitória, todos correram e se dedicaram. Sobretudo pela sincronização que teve com o torcedor, isso é importante – disse o volante.

Substituído no segundo tempo, Felipe Melo deixou a braçadeira com Edu Dracena antes de dar lugar a Thiago Santos. O defensor é outra referência do grupo e um dos mais experientes do plantel comandado por Roger Machado.

– Vejo pelo lado positivo, até mesmo para tirar o peso de só um ser o capitão. Tem várias lideranças dentro do grupo, cada um com seu estilo e maneira de lidar com a faixa de capitão. Está sendo uma novidade no Palmeiras, mas vimos que na seleção brasileira tem esse rodízio. O mais importante de tudo é o jogador saber da sua responsabilidade e ajudar da melhor forma possível na parte técnica e para orientar – afirmou o zagueiro de 37 anos.

Dudu fica novamente à disposição de Roger Machado na próxima quarta-feira, quando o Palmeiras recebe o América-MG, na arena, pelo jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil. Mas o atacante não vai vestir novamente a braçadeira. Contra o Junior Barranquilla, por exemplo, Prass assumiu tal função em partida que teve o atacante em campo.

A ideia interna é que a responsabilidade seja dividida entre mais jogadores e não fique exclusivamente com um atleta, como vinha acontecendo desde a campanha vitoriosa no Brasileirão de 2016. Depois de Felipe Melo, jogadores como Edu Dracena, Jailson e Antônio Carlos podem ser escolhidos como capitães nas próximas partidas.