Provável saída de Tchê Tchê abre espaço para volta de Jean ao Palmeiras

489

Negociação do meio-campista com o Dinamo de Kiev não deve impactar no elenco alviverde

Uma negociação que, se concretizada, será boa para todos os envolvidos. É assim que a provável transferência de Tchê Tchê para o Dinamo de Kiev, da Ucrânia, tem sido encarada no Palmeiras.

Além de lucrar cerca de R$ 20,5 milhões com a venda, o Verdão tem à disposição peças de reposição que poderão ocupar a vaga do atleta, que vinha sendo reserva desde que Bruno Henrique virou titular.

Jean, por exemplo, foi relacionado pela primeira vez em 2018 no último sábado – ele viu do banco de reservas a vitória sobre o Bahia, por 3 a 0, pelo Brasileirão. No início de janeiro, o volante passou por uma cirurgia no joelho direito por causa de um desgaste na cartilagem que o incomodava desde a temporada passada.

Novamente à disposição de Roger Machado, ele agora volta a ser uma alternativa para o meio de campo do Verdão. Outro que também pode ser utilizado no setor é Moisés, em recuperação de um estiramento muscular na coxa esquerda.

Sobre a questão financeira, o Palmeiras viu a possibilidade de fazer dinheiro com um atleta que havia perdido espaço entre os titulares. Contratado em 2016, quando foi peça importante no time de Cuca na conquista do Brasileirão daquele ano, Tchê Tchê chegou ao Verdão sem custos, após vencer seu contrato com o Grêmio Osasco Audax.

Tchê Tchê também está empolgado com a possibilidade de atuar no futebol europeu. Nos últimos dias, ele tem trabalhado na Academia de Futebol, mas não participa mais das atividades com bola ao lado dos companheiros. Ele será reintegrado só em caso de um fracasso nas negociações com os ucranianos – ainda restam alguns detalhes para a transferência ser concretizada.